O Mirante completa cinco anos e se despede nesta quarta-feira

O dia 20 de abril é especial para O Mirante Joinville. Nesta data, em 2017, foi publicada a primeira matéria deste projeto jornalístico. Cinco anos depois, na mesma data, anunciamos o fim das operações. Orgulhosos do que entregamos e gratos por todo apoio e colaboração que tivemos até aqui.

O Mirante surgiu da vontade de dois estudantes que se tornaram amigos logo no início do curso de jornalismo na Faculdade Ielusc, em 2006. Nós, Felipe Silveira e Alexandre Perger, dividíamos as mesmas referências jornalísticas e compartilhávamos a mesma visão política: o mundo pode ser melhor e mais justo a partir da solidariedade. E o jornalismo tem papel fundamental nessa construção.

Foi a partir disso que começamos a sonhar com um veículo de comunicação próprio. Primeiro, uma revista impressa que reuniria nossas referências. Este foi o embrião de O Mirante, mas ele ficou congelado por bastante tempo, já que a vida empurrava os dois (ainda) jovens trabalhadores da informação para outros caminhos.

Anos depois, a primeira tentativa. Um grupo mais amplo de estudantes, incluindo nós, criou o site À Margem, que como o nome sugere, tinha como objetivo olhar para as margens da sociedade — para os excluídos, para as minorias e para as injustiças. Algo bem estudante de jornalismo, algo bem “Caco Barcellos”, mas também algo que acreditamos como correto até hoje. Foi na discussão do nome deste projeto que surgiu, pela primeira vez, “O Mirante”.

Pouco tempo depois que o À Margem acabou, pedimos para utilizar a estrutura que havíamos construído para iniciar outro projeto jornalístico. Desta vez, O Mirante Joinville, que seria tratado da maneira mais profissional possível. Isso aconteceu em 2017 e agora chega ao fim, após uma experiência maravilhosa em que falamos de esporte, cultura, política e muito mais. Aliás, ao final de 2020 focamos exclusivamente em política, uma experiência que foi bastante válida, apesar de sentirmos falta das outras editorias.

Durante esta experiência, dividimos O Mirante com pessoas maravilhosas. Muitos foram os colaboradores do jornal, que de modo geral eram estudantes de jornalismo a fim de ganhar experiência e contribuir com um projeto que se identificavam. Não vamos lembrar de todos, mas agradecemos a todos e todas na figura do Fernando Costa, que chegou a ser nosso sócio por um breve e intenso período. Muito obrigado, pessoal.

Outras pessoas maravilhosas que encontramos foram as fontes e as assessorias de imprensa. Obrigado por toda disposição nos atendimentos e por nos ajudar a contar histórias aos joinvilenses.

E, por fim, queremos destacar um grupo fundamental à existência do jornal pelos cinco anos. Foram mais de duas centenas de apoiadores e apoiadoras que literalmente sustentaram o jornal no período. Teve gente que colaborou uma vez e teve gente que contribuiu do primeiro ao último mês. Teve gente que contribuiu com um pouquinho e outros que puderam apoiar com uma verba que chegava a salvar o mês. E teve, claro, a nossa apoiadora WebHaus, simplesmente a casa do jornal na internet, pois sem ela nunca teríamos existido. A todos e todas vocês, muito obrigado! Esperamos ter retribuído com um jornalismo que valeu a pena ser lido, mas nunca vamos conseguir agradecer o suficiente pela experiência que nos proporcionaram.

Obrigado a todos e todas que, de alguma forma, dividiram esta jornada com a gente. Nos vemos em outras!