Na visita a Joinville, Moisés destaca investimentos do governo

Edição: Felipe Silveira
Foto: Filipe Scott/Fiesc

Informações: Governo de SC

Em Joinville na terça (8) e na quarta-feira (9) para participar de uma série de atividades alusivas ao aniversário da cidade, o governador Carlos Moisés falou sobre os principais investimentos do governo do estado na região, durante palestra na Associação Empresarial de Joinville (Acij). O destaque ficou, claro, para o Plano 1000 — projeto do governo que vai destinar R$ 604 milhões para Joinville por meio de obras estruturantes.

“Joinville é um dos pulmões econômicos do sul do Brasil. Hoje nós mostramos aqui na Acij aquilo que estamos fazendo para garantir que a cidade permaneça como uma das líderes em crescimento em Santa Catarina. Além de obras importantes, como a duplicação do Eixo Industrial e a construção do elevado sobre a rua Dona Francisca, também vamos garantir um repasse histórico por meio do Plano 1000”, disse Carlos Moisés.

A duplicação do Acesso Estadual Norte, com um investimento de quase R$ 40 milhões, deve ficar pronta até o fim do primeiro semestre. Já o elevado na região, que no futuro se fundirá ao acesso duplicado, custará cerca de R$ 15,8 milhões e deve ser concluído até dezembro. Moisés afirmou que a área da infraestrutura está recebendo, ao todo, mais de R$ 140 milhões na região. Com esse recurso, serão realizadas as obras de abertura do eixo K e as duplicações das ruas Dona Francisca e Edmundo Doubrawa.

Outras realizações recentes incluem as intervenções de manutenção da SC-418 entre Joinville e Campo Alegre, e a finalização do asfaltamento da Estrada do Rio do Morro, que liga a cidade com a BR-280. Carlos Moisés lembrou ainda que, no caso da rodovia estadual, já há um projeto pronto para a revitalização do trecho que corta a Serra Dona Francisca.

Na saúde, segundo o governo, os repasses para os hospitais Bethesda, São José, Regional Hans Dieter Schmidt e Jeser Amarante Faria ultrapassam R$ 230 milhões desde 2019. Além disso, estão sendo investidos R$ 38 milhões para a ampliação da UTI do Regional, que inclui a aquisição de todos os equipamentos.

Na educação, o governador disse que está aportando R$ 50 milhões em reformas e ampliações para a modernização das escolas da rede estadual. Além disso, o estado também investe na construção de 10 novas quadras cobertas e seis quadras de beach tennis. A educação especial, por sua vez, recebeu R$ 2,4 milhões para sete instituições que oferecem atendimento especializado a alunos joinvilenses.

Moisés ainda destacou que, desde 2019, o governo já repassou R$ 10,5 milhões para o Bolshoi, R$ 6,4 milhões para os bombeiros voluntários e mais de R$ 2,5 milhões em apoio para a realização de edições do Festival de Dança.

O prefeito Adriano Silva afirmou, no encontro, que o Plano 1000 é uma iniciativa disruptiva, pois representa uma quebra no Pacto Federativo, com o repasse direto do estado para o município a fundo perdido. Ele ressaltou que o programa passará o maior volume de recursos da história do município.

“Joinville será um grande canteiro de obras nos próximos anos. Faremos intervenções que impactarão na mobilidade urbana da nossa cidade. O Plano 1000 não apenas descentraliza os recursos, mas também o poder de decisão. Por isso, o governador está de parabéns pela iniciativa”, afirmou o prefeito.