Programa de parcelamento de Joinville renegocia cerca de R$ 68,8 milhões em dívidas

Edição: Felipe Silveira
Foto e informações: Prefeitura

A Secretaria da Fazenda de Joinville (Sefaz) divulgou os dados sobre a adesão ao Programa de Parcelamento Incentivado (PPI). Ao todo, foi possível negociar R$ 68,8 milhões em dívidas entre os dias 3 de novembro e 17 de dezembro.

Durante o PPI foram assinados 7.099 termos de acordo para a negociação, a maior parte deles por pessoas físicas. A maioria dos contribuintes optou pelo parcelamento, que pode ser feito em até 120 vezes, com redução de juros e multa. Segundo a Sefaz, em pagamentos à vista, o montante chega a R$ 4,6 milhões, sendo R$ 2,5 milhões de pessoas jurídica e R$ 2,1 milhões quitados por pessoa física.

As negociações deste ano envolveram dívidas de IPTU, ISS, taxas, multas por infração à legislação tributária, autos de multa e infração das Secretarias de Agricultura e Meio Ambiente, Infraestrutura Urbana, Procon e Vigilância Sanitária, por exemplo, vencidas até o dia 31 de outubro.

Um dos diferenciais este ano foi a possibilidade de agendar o atendimento por meio do WhatsApp. “Avaliamos como um excelente programa que resultou na maior negociação de débitos da história do município. Tivemos um atendimento agendado de ótima qualidade, que proporcionou mais de 7 mil acordos e a regularização de dívidas junto à Fazenda Municipal para milhares de contribuintes”, explicou o secretário Flávio Martins Alves.

Um novo programa para regularização de débitos poderá ser oferecido pelo município a partir de 2025, conforme legislação vigente.