Marcelo Pontes assume o comando da Polícia Militar de Santa Catarina

Edição: Felipe Silveira
Foto e informações: Governo de SC

O coronel Marcelo Pontes assumiu, na segunda-feira (20), o posto de comandante-geral da corporação, em substituição ao coronel Dionei Tonet, que passou para a reserva remunerada após exercer a liderança por um ano e sete meses. A solenidade ocorreu no Centro de Ensino da PMSC, em Florianópolis, e contou com a presença do governador Carlos Moisés.

O chefe do Executivo desejou sucesso ao novo comandante-geral e agradeceu a Tonet pelos serviços prestados à frente da PMSC, como a redução dos crimes violentos no estado.

“O coronel Tonet realizou um excelente trabalho, com grandes entregas à frente da nossa Polícia Militar. Construímos a reposição salarial e uma importante incorporação de pessoal. A transição ocorre ao natural, pois o comando passa para o então subcomandante. Tenho certeza que o coronel Pontes realizará igualmente um grande trabalho à frente da PMSC”, afirmou o governador.

Segundo Pontes, o primeiro objetivo será o Verão Mais Seguro, para garantir a segurança da população diante da chegada de milhares de turistas ao estado. No longo prazo, ele afirma que pretende intensificar os trabalhos de inteligência, de modo a prevenir as ações criminosas e manter os índices de violência em queda.

“Tenho certeza que 2022 será um ano exitoso para toda a sociedade catarinense. O governo do estado vem fazendo investimentos na infraestrutura de trabalho dos nossos policiais e isso dará resultado mais à frente. Para o próximo ano, também vamos intensificar as ações de inteligência, com o uso da tecnologia, para que possamos prestar um serviço com ainda mais qualidade para a população. Com a antecipação de algumas situações, poderemos melhorar ainda mais os excelentes índices que Santa Catarina já possui”, diz Pontes.

O novo comandante-geral da Polícia Militar é formado em Administração pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e possui duas especializações, em Administração e Segurança do Trânsito e em Administração Pública. Na PMSC, ele ocupou cargos como o comando do 4º Batalhão, na região central da Capital, e da 1ª Região Militar, com sede em Florianópolis.Também já esteve à frente da Polícia Militar Ambiental e atualmente era o subcomandante-geral da PMSC.

Para substituir Marcelo Pontes como subcomandante-geral, assume a função o coronel Evandro de Andrade Fraga. Ele estava à frente da Agência Central de Inteligência e já comandou a Sexta Região Militar, com sede em Criciúma.