Câmara gasta R$ 38 milhões e vai devolver um terço do orçamento à prefeitura

Edição: Felipe Silveira
Foto: Mauro Artur Schlieck/CVJ
Informações: Jornalismo da CVJ

Com orçamento de R$ 57 milhões em 2021, a Câmara de Vereadores de Joinville (CVJ) gastou R$ 38 milhões e vai devolver R$ 17,4 milhões à prefeitura. A prestação de contas foi apresentada por Maurício Peixer (PL), presidente da casa no primeiro biênio da atual 19º legislatura, na sessão de segunda-feira (13).

Um ato simbólico de devolução ao prefeito Adriano Silva (Novo) será feito na próxima segunda-feira (20), às 9 horas, na sede da prefeitura.

Segundo o presidente, a economia é fruto de vários cortes. O maior deles foi nas diárias de viagens, que os vereadores deixaram de usar. A média dos últimos anos com esse gasto foi de R$ 442 mil e caiu para R$ 31 mil, neste ano, em que as diárias foram usadas apenas por servidores, a trabalho.

O orçamento do legislativo é baseado em um percentual do orçamento municipal. Em cidades de alta arrecadação, como Joinville, é natural que o orçamento do parlamento exceda as necessidades, podendo ser devolvido parte ao executivo. Não há, contudo, obrigação de devolução. O dinheiro pode ser investido em obras e projetos.