Comissão de Economia retoma debate sobre estadualização da Ceasa

Edição: Felipe Silveira
Foto: Mauro Artur Schlieck/CVJ
Informações: Jornalismo da CVJ

Os vereadores da Comissão de Economia voltaram a discutir a estadualização da unidade joinvilense da Central de Abastecimento do Estado de Santa Catarina (Ceasa), hoje sob domínio municipal. O debate foi sugerido pelo vereador Henrique Deckmann (MDB), que queria saber como está o trâmite do processo.

Segundo o diretor-presidente do Ceasa/SC, Gilmar Jacobowski, há a previsão de que até dia 20 de dezembro a Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina (Cidasc) emita um parecer jurídico sobre o assunto.

Sobre a situação dos boxistas, que teriam os contratos expirados no início de janeiro de 2022, o diretor-executivo da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente de Joinville (Sama), Luiz Carlos Maia, afirmou que os contratos devem ser prorrogados por seis meses.

O diretor afirmou, ainda, que está em andamento na Secretaria de Administração e Planejamento a contratação da reforma de parte da estrutura da Ceasa.

O vereador Sidney Sabel (DEM) disse concordar com a estadualização. Ele afirmou que esse é o desejo dos boxistas. Deckmann exaltou o trabalho dos boxistas e disse acreditar que a Ceasa vai deslanchar com a estadualização.