Pedro Uczai: Covid matou e Bolsonaro é o grande responsável

Texto e vídeos: Felipe Silveira
Foto: Alex Sander Cardoso/Divulgação

O deputado federal Pedro Uczai (PT), o único parlamentar de esquerda do estado no Congresso, esteve em Joinville na sexta-feira (26), quando concedeu entrevista exclusiva ao jornal O Mirante. Crítica ao governo Bolsonaro, avaliação de Carlos Moisés, relacionamento com a bancada de SC e eleições de 2022 foram alguns dos temas da conversa. Veja a entrevista dividida em trechos abaixo:

Trajetória e relação com Joinville

Natural de Descanso, no oeste de SC, Pedro Francisco Uczai se mudou para Chapecó na adolescência e construiu a carreira como docente e político na maior cidade da região. Professor universitário, entrou na política nos Anos 90, quando assumiu um mandato na Assembleia Legislativa. A partir de então, dedicou-se ao ofício como deputado estadual, vice-prefeito, prefeito e deputado federal. À câmara federal, foi eleito em 2010, 2014 e 2018. Neste primeiro vídeo, fala sobre a trajetória política e a relação com a maior cidade de Santa Catarina. Um dos destaques é a lei que resultou no Artigo 170, que concede bolsas de estudos, da qual é o autor.

Relação com a bancada de SC e orçamento secreto

No segundo vídeo, Pedro Uczai fala sobre seu relacionamento com bancada catarinense e com o governo federal. Não é incomum que ele seja o único voto contrário do estado em projetos bolsonaristas. Ele chamou os colegas de neoliberais e apontou que o governo compra votos por meio de emendas. Na sequência, respondeu sobre o orçamento secreto, ferramenta que tem propiciado ao parlamento a execução do orçamento federal. “Uma promiscuidade”, disse.

Bolsonarismo em SC

Para Uczai, Bolsonaro vai tirar mais voto em SC do que dar. Ele alega que o governo federal não fez nada para as pessoas e para o estado, e tem confiança de que as pessoas terão essa percepção no ano que vem. “Já estão percebendo”.

Carlos Moisés e a frente única na eleição

O deputado petista faz uma avaliação do governo Carlos Moisés, eleito pela onda bolsonarista em 2018, mas que não demonstrou ser bolsonarista durante o mandato. Uczai conta que foi contra o impeachment por não haver prova de corrupção do governador no caso dos respiradores. Ele ainda disse que considera natural a relação da bancada petista com o governo, mas que o PT vai apresentar uma alternativa de esquerda ao estado.

Pedro Uczai fala sobre a formação de uma frente de esquerda no estado, afirmando que “vai rolar”. Disse que tem boas conversas e que está bem encaminhada a questão com o ex-deputado Jorge Boeira, nome que tem sido buscado pelo PSB e que pode ser a cabeça de chapa em Santa Catarina.

PT do oeste vs PT do litoral

Nesta quinta parte da entrevista, o parlamentar fala sobre a tensão interna entre o PT do litoral e o PT do oeste catarinense, que travam uma disputa histórica pela liderança da sigla. Ele minimiza o conflito, valorizando a disputa de tendências, mas lembra que os cinco parlamentares do partido são da região oeste.

Erros do PT

Questionado sobre erros do PT nos governos de Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff, como o encarceramento em massa e a desindustrialização, parlamentar responde por que o eleitor crítico do PT deve dar uma nova chance ao partido.

O coronavírus e a responsabilidade de Bolsonaro

Na última parte da entrevista, Pedro Uczai foi convidado a falar sobre a Associação Vida e Justiça, entidade que articulou para buscar direitos e reparação às vítimas da pandemia de coronavírus, além de cobrar justiça aos responsáveis. O deputado catarinense fez um longo e indignado relato sobre o tema, apontando Jair Bolsonaro como o grande responsável pelas mortes na pandemia.