Vereadores e partidos cobram providências acerca de desabamento em evento natalino

Texto: Felipe Silveira
Foto: Prefeitura

O desabamento de uma calçada que deixou 33 pessoas feridas na noite de segunda-feira (22), no lançamento do Natal Cultural de Joinville, logo se tornou o assunto mais comentado da cidade. Ainda na noite do acidente e durante esta terça-feira (23), vereadores e partidos políticos prestaram solidariedade às vítimas e cobraram providências da prefeitura.

Durante a manhã, os parlamentares — da situação e da oposição — participaram de uma reunião com o prefeito Adriano Silva e secretários, na prefeitura. À tarde, a câmara emitiu uma nota a respeito da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Rio Mathias, que produziu um relatório de 60 mil páginas na primeira metade do ano.

O relatório final da CPI apontou dez pessoas e três empresas por indícios de irregularidades em diversas fases do projeto e da obra, entre os anos de 2012 e 2020. Tudo foi entregue à prefeitura, ao Tribunal de Contas de Santa Catarina, ao Ministério Público de Santa Catarina e ao Ministério Público Estadual.

“Estamos acompanhando e cobrando ações imediatas. Joinville não pode continuar sofrendo as consequências de uma obra mal feita e inacabada como a macrodrenagem do rio Mathias”, afirmou o presidente da CVJ, vereador Maurício Peixer (PL). Ainda segundo a nota, o parlamento aguarda a análise do Instituto Geral de Perícias (IGP) para emitir um posicionamento e quer que a prefeitura abra uma sindicância para apurar as responsabilidades.

Diversos vereadores postaram sobre o caso nas redes sociais durante a noite de segunda-feira. Cassiano Ucker (Cidadania) pediu pensamentos positivos e orações às vítimas e disse que, junto com os demais vereadores independentes, vai tomar as medidas cabíveis.

Amanhã vamos buscar informações sobre as causas do desabamento da área junto ao Rio Cachoeira e, junto com os demais vereadores independentes, tomar as medidas cabíveis. Ana Lúcia Martins (PT) também falou em apurar a responsabilidade técnica. Lucas Souza (PDT) escreveu mensagem similar à noite e gravou um vídeo ao lado do local da obra nesta manhã, cobrando providências. Do mesmo partido do prefeito, Neto Petters (Novo) prestou solidariedade e lamentou o ocorrido.

O PSOL de Joinville emitiu uma nota mais dura sobre o caso, acusando o poder público de descaso e omissão. “Choca a todos nós e causa maior indignação que a Prefeitura de Joinville tenha dado prosseguimento ao evento após o resgate das vítimas, demonstrando inconsequência e desrespeito ainda maiores”.

Presidente do PSB local, Rodrigo Bornholdt publicou uma foto do acidente em uma rede social e desejou que todos os feridos se recuperem plenamente. “Além disso, é essencial uma apuração rigorosa em relação aos responsáveis por esse descaso com as pessoas e com nossa cidade”, escreveu.

Primeiras providências

No início da manhã desta terça-feira (23), o prefeito Adriano Silva realizou uma reunião com secretários de todas as áreas para atualizar as informações sobre o acidente. “Desde a noite de ontem, nossa equipe está toda envolvida para dar o suporte necessário às famílias e também para garantir a segurança das pessoas que transitam pelas imediações da via”, disse o prefeito.

Ele determinou que profissionais da Secretaria da Saúde entrem em contato com todas as famílias oferecendo apoio médico e psicológico, inclusive com atualização dos calendários vacinais. Também pediu agilidade para as equipes técnicas de engenharia da prefeitura de Joinville, com o apoio da Defesa Civil e Companhia Águas de Joinville, que realizam um estudo estrutural detalhado na área, inclusive nas praças que receberão as atividades da programação do Natal Cultural.