Comissão retoma discussão sobre estadualização da Ceasa

Edição: Felipe Silveira
Foto: Mauro Artur Schlieck/CVJ
Informações: Jornalismo da CVJ

A estadualização da unidade joinvilense da Central de Abastecimento do Estado de Santa Catarina (Ceasa) volta ao debate na Câmara de Vereadores na próxima semana. Uma reunião extraordinária da Comissão de Economia sobre o tema está agendada para a quarta-feira (24), às 13h30.

A reunião, proposta por Henrique Deckmann (MDB), foi aprovada no encontro ordinário da comissão nesta semana. Inicialmente, a intenção de Deckmann era tratar o tema por meio do envio de um ofício ao governador Carlos Moisés. Porém a partir de conversa com agricultores, o parlamentar sugeriu que a comissão tratasse do assunto na CVJ. Acataram a sugestão o presidente do colegiado, Diego Machado (PSDB), e o vereador Sidney Sabel (DEM), membro.

Conforme Deckmann, existe a possibilidade de a prefeitura de Joinville assumir uma reforma em um pavilhão da Ceasa, para então permitir a transferência para o governo estadual.

Durante a semana, Adilson Girardi (MDB) também se manifestou em defesa da estadualização da Ceasa. Na sessão ordinária de terça-feira (16), o parlamentar opinou que a mudança beneficia os agricultores da região de Joinville. Girardi ainda pediu apoio de deputados estaduais para que a estadualização seja concluída de forma rápida, já que os boxistas terão os contratos expirados no início de janeiro de 2022.

Os vereadores iniciaram a busca de solução para a Ceasa no mês de abril, em uma reunião no distrito de Pirabeiraba. Na ocasião, debateram o assunto com lideranças do campo. Naquele momento, apenas cinco dos 16 boxes da central joinvilense estavam em operação.

Devem ser convidados para o encontro do dia 24 representantes da direção estadual da Ceasa e da Unidade de Desenvolvimento Rural (UDR) da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente (Sama).