Vacinação sem agendamento segue durante a semana em Joinville

Edição: Felipe Silveira
Foto: Prefeitura

Informações: Prefeitura | Governo de SC

Entre segunda (25) e quinta-feira (28), a prefeitura de Joinville continua a vacinação contra covid-19 sem agendamento (que chama de estratégia ampliada de imunização), uma experiência de sucesso nos últimos dois finnais de semana. O objetivo desta iniciativa é seguir avançando na vacinação da população com primeira e segunda dose, além da dose de reforço.

Quem ainda não recebeu a primeira dose pode buscar atendimento em uma das 12 Unidades Básicas de Saúde da Família (UBSFs) em que a vacina está sendo aplicada nas pessoas com 12 anos ou mais. Também estão sendo realizadas as aplicações da segunda dose em pessoas que estão com a administração atrasada ou em pessoas que tomaram a vacina da Pfizer há 8 semanas e podem antecipar a data da segunda aplicação. A segunda dose de quem tem agendamento segue sendo realizada normalmente.

Em relação à dose de reforço, a novidade está no prazo considerado para os idosos acima de 60 anos, que podem receber a vacina após cinco meses da conclusão da imunização com segunda dose ou dose única. Além deles, profissionais da saúde, que concluíram a imunização há 6 meses, ou pessoas imunocomprometidas, que concluíram a imunização há 28 dias, também podem receber a dose de reforço.

O adiantamento da dose de reforço para idosos, de seis para cinco meses, foi aprovado em reunião da Comissão Intergestores Bipartite (CIB) do estado na última quinta-feira (21). Além de reforçar a imunização, a medida tem o objetivo de evitar o risco de perda das doses armazenadas. O imunizante do laboratório Pfizer deve ser mantido até 31 dias em temperatura de 2 a 8 graus. Se as vacinas não forem usadas nesse período, devem ser descartadas.

No domingo, o estado de Santa Catarina ultrapassou a marca de 90% da população com 12 anos ou mais vacinada com a primeira dose contra a covid-19. O Vacinômetro SC apontou que 5.524.614 pessoas receberam a primeira dose, 3.849.158 foram vacinadas com a segunda, 257.149 com a dose única, 209.718 idosos e trabalhadores de saúde receberam a dose de reforço e 10.896 imunossuprimidos com a dose adicional.

Levantamento preliminar realizado pela Diretoria de Vigilância Epidemiológica (DIVE/SC) da Secretaria de Estado da Saúde mostra que no período de 14 de setembro a 13 de outubro foram registrados 431 óbitos por covid-19 em SC, representando uma queda de 34% quando comparado com o período de 30 dias anteriores, que havia contabilizado 649 óbitos.

Quando analisada a situação vacinal das pessoas que foram a óbito nesse período, das 431 mortes, 327 (76%) eram de idosos (60 anos ou mais) e 104 (34%) eram pessoas abaixo de 60 anos de idade. Dos 327 idosos, 116 (35%) não tinham completado o esquema vacinal (87 não tinham recebido nenhuma dose e 29 só haviam recebido a primeira dose), 211 (65%) tinham recebido as duas doses ou a dose única há mais de cinco meses, mas apenas dois haviam recebido a dose de reforço.

Pontos de atendimento em Joinville

Primeira dose, segunda dose (agendada, antecipação ou atrasada) e dose de reforço:

UBSF Adhemar Garcia (Rua Vicente Alves Pereira, s/n)
UBSF Comasa (Rua Ponte Serrada, s/n)
UBSF Dom Gregório (Rua Joaquim José Felipe, s/n)
UBSF Edla Jordan (Avenida Paulo Schroeder, 2605)
UBSF Fátima (Rua Almirante Protógenes Pereira, 410)
UBSF Floresta (Rua República do Peru, s/n)
UBSF Paranaguamirim(Rua Elizabeth Rech, s/n)
UBSF Parque Douat (Rua Inambu, s/n)
UBSF Pirabeiraba (Rua Dr. Carlos Heinz Funke, s/n)
UBSF Saguaçu (Rua Iririú, 110)
UBSF São Marcos (Rua Guaporé, s/n)
UBSF Vila Nova (Rua Arthur Hille, 241)

Os horários de atendimento de cada unidade estão disponíveis no site da prefeitura de Joinville.

Segunda dose (agendada, antecipação ou atrasada) e dose de reforço:

Central de Imunização do Centreventos Cau Hansen (Avenida José Vieira, 315 – 7h30 às 21h30)
Central de Imunização Tupy (Rua Albano Schmidt, 3605 – 7h30 às 16h30)