Bolshoi e Olodum farão espetáculo conjunto em Florianópolis

Edição: Felipe Silveira
Foto: FCC
Informações: Governo de SC

A Escola do Teatro Bolshoi no Brasil, o Olodum e o Instituto Liberdade assinaram na manhã de sexta-feira (22) um Termo de Cooperação com o apoio institucional da Fundação Catarinense de Cultura (FCC), em cerimônia realizada na capital baiana, Salvador. O documento visa à realização do espetáculo Bolshoi/Olodum, em março de 2022, na cabeceira continental da Ponte Hercílio Luz, em Florianópolis. O evento será realizado por meio de projeto aprovado pela Lei de Incentivo à Cultura, do governo federal, e já está em captação.

“Essa parceria que está se consolidando hoje é muito importante. Um processo que vem sendo construído há muito tempo”, disse Edinho Lemos, presidente da FCC. Marcos Canetta, coordenador geral do Instituto Liberdade, acredita que este é um momento histórico para a instituição sem fins lucrativos, que atua na região da Grande Florianópolis há 33 anos, na preservação da cultura negra e dos direitos humanos.

Já João Jorge, presidente do Olodum, crê que a união possa render bons frutos. “Olodum e Bolshoi é tudo de bom que pode acontecer! Tudo de novo, de maravilha e de uma percepção diferenciada”, celebrou.

Durante o evento de assinatura do termo, Edinho Lemos também entregou o certificado enviado pela diretoria da Escola de Teatro Bolshoi no Brasil ao Olodum, de um curso online de introdução ao balé clássico composto por 12 módulos.

Escola Olodum Sul

Em 2018, o Olodum e o Instituto Liberdade assinaram um convênio para a instalação da unidade da Escola Olodum Sul em Santa Catarina, a única fora da Bahia. Depois de implantada, a unidade vai atender 800 crianças e jovens em situação de vulnerabilidade social, no contraturno escolar. A Escola Olodum Sul está em obras e vai funcionar no antigo terminal de ônibus no bairro Jardim Atlântico, região continental da capital catarinense.