Vereadores cobram atenção do governo do estado ao Hospital Regional

Edição: Felipe Silveira
Foto: Mauro Artur Schlieck/CVJ
Informações: Jornalismo da CVJ

Os vereadores de Joinville repercutiram na sessão desta segunda-feira (18) as imagens de má conservação no Hospital Regional Hans Dieter Schmidt, que circularam nas redes sociais nos últimos dias, e pediram que o governo estadual reforme a unidade.

Sidney Sabel (Democratas) disse que o governo do estado é uma vergonha e que o governador liberou migalhas para o município. O vereador disse ainda que o Hospital Regional está abandonado e é insalubre, expondo servidores e pacientes a riscos. Ele apresentou um projeto de moção de repúdio ao governo estadual.

Wilian Tonezi (Patriota) afirmou que a Comissão de Saúde, da qual é membro, pretende fiscalizar o hospital. O vereador falou ainda sobre a falta de leitos na cidade e que tem recebido reclamações dos cidadãos.

Cassiano Ucker (Cidadania), que é médico, falou das imagens de má conservação do Hospital Regional, ocasionado pelo mofo e falta de manutenção, segundo ele. Pediu melhorias porque a população precisa.

Brandel Junior (Podemos) disse que esteve no Regional verificando a situação “deplorável” do hospital. Disse que é preciso exigir do governo estadual uma reforma naquela unidade e que se construa mais um hospital, pedindo união dos vereadores para isso.

Claudio Aragão (MDB) sugeriu, como outros parlamentares, que a Câmara faça uma moção pedindo melhorias no Hospital Regional.

Neto Petters (Novo) disse que fiscalizou o hospital há três semanas, com foco em outros pontos, mas que servidores relataram a necessidade de investimentos.

Nado (Pros) também abordou as más condições do Hospital Regional e disse que é preciso cobrar do Estado atenção a Joinville.