Prefeitura divulga projetos aprovados para os editais da Lei Aldir Blanc

Edição: Felipe Silveira
Foto e informações: Prefeitura

A Prefeitura de Joinville, por meio da Secretaria de Cultura e Turismo (Secult), publicou os projetos aprovados nos editais de fomento à cultura da Lei Aldir Blanc. A relação completa está disponível no site da prefeitura.

Dos 856 projetos inscritos nas quatro categorias de editais (Ações Culturais, Programação Natalina, Festivais e Eventos e Trajetória Artístico Cultural), 178 foram selecionados. O edital com maior número de projetos inscritos foi o de Ações Culturais, que recebeu 335 propostas.

A partir de agora, os proponentes que tiveram seus projetos aprovados deverão se cadastrar no Sistema Eletrônico de Informações (SEI) da Prefeitura de Joinville. Em seguida, deverão aguardar a convocação para assinatura do Termo de Contrato a ser firmado com o município. Os pagamentos serão efetuados até 15 dias após a assinatura do documento. O prazo para conclusão da execução dos projetos será de cinco meses, contados a partir da data de assinatura do Termo de Contrato.

Ao todo, serão distribuídos R$ 3 milhões em recursos, com valores que variam de R$ 5 mil a R$ 75 mil. Os repasses serão efetuados em cota única, por meio de transferência eletrônica, em conta bancária de titularidade do proponente cultural aprovado, conforme indicado na ficha de inscrição.

De acordo com o coordenador de Políticas Públicas para Cultura da Secult, Marcelo de Mello, a injeção dos recursos provenientes da Lei Aldir Blanc vai alimentar a cadeia produtiva do setor, fomentando a economia em todos os seus segmentos. “Com o intuito de atender à finalidade de Auxílio Emergencial à Classe Artística, a distribuição dos recursos vai proporcionar à comunidade a fruição de um volume maior às atividades artístico-culturais”, explicou.

O secretário de Cultura e Turismo de Joinville, Guilherme Gassenferth reforça que além de atender a classe artística, a população também vai perceber a movimentação cultural.

“Nós temos um resultado que a cidade inteira vai se beneficiar que é a programação cultural intensa que Joinville vai viver nos próximos meses. Nós teremos quase 200 projetos que vão entregar para a cidade muita programação cultural e artísticas, eventos, oficinas, formações, atividades que vão, sem dúvida, elevar o nome de Joinville e proporcionar para a população um momento de apreciação de tudo aquilo que Joinville produz de bom na área da arte e da cultura”, concluiu.

Reclamações

Ao longo do dia, agentes culturais criticaram os resultados dos editais. Como foi aprovado pouco mais de 1/5 (178 de 856) dos projetos inscritos, houve frustração no setor. Eles sugeriram que os projetos ficaram muito concentrados na região central e que as escolhas privilegiaram grupos e artistas que já têm privilégios. Também criticaram a falta de transparência no processo de escolha.

Grupo de artistas afirmou que está escrevendo uma carta aberta em protesto, com mais detalhes acerca das reclamações. Caso seja enviada a carta, nova matéria será feita sobre o caso.