Prefeitura e IBGE se reúnem para planejar Censo 2022 em Joinville

Edição: Felipe Silveira
Foto e informações: Prefeitura

Adiado por causa da pandemia em 2020 e por decisão de Jair Bolsonaro, que não dispôs recursos suficientes em 2021, o censo demográfico vai ocorrer em 2022. Em Joinville, a primeira reunião para o planejamento da operação ocorreu na quarta-feira (6), na sede da prefeitura. A cidade contará com mais de 600 recenseadores, sendo 7,5 mil em todo o estado.

Participaram do encontro representantes do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Prefeitura, Câmara de Vereadores, Polícia Militar, universidades e entidades de classe. O IBGE, responsável pelo Censo 2022, expôs a metodologia e a logística dos trabalhos do recenseamento e solicitou apoio da prefeitura e dos demais presentes para a realização da pesquisa.

A reunião de quarta com a Prefeitura de Joinville foi a primeira de três encontros que ocorrem antes de iniciar o recenseamento. O processo seletivo abrirá em dezembro deste ano, com as provas previstas para janeiro de 2022. O IBGE já solicitou à prefeitura salas em diversos pontos da cidade que servirão de base de operação para os recenseadores. A coleta das informações do Censo 2022 será nos meses de junho, julho e agosto de 2022.

“Nós montaremos um grupo de trabalho, encabeçado pela Secretaria de Governo, para dar todo o suporte necessário para a realização do Censo 2022 em nossa cidade”, afirmou Adriano Silva, prefeito de Joinville.

Para o chefe estadual do IBGE, Roberto Kern Gomes, é essencial que os joinvilenses recebem de portas abertas os recenseadores. “A pesquisa leva apenas dez minutos. E é um tempo muito bem investido, levando em conta que esses dez minutos de pesquisa rendem políticas públicas que serão aplicadas nos próximos anos”, informou Roberto.