Joinvilenses criticam pronunciamento de Adriano Silva nas redes sociais

Texto: Vinícius Sprotte
Foto: Captura de tela

Na sexta-feira (27), por volta de 18 horas, a prefeitura de Joinville publicou um vídeo nas redes sociais no qual o prefeito Adriano Silva incentiva a população a seguir à risca os protocolos de enfrentamento ao coronavírus. Ele demonstrou-se preocupado com o surgimento da nova variante delta, destacou o avanço da vacinação e reforçou sobre a importância do uso de máscaras e evitar aglomerações. Além disso, contou aos joinvilenses que o gabinete de crise foi reativado.

Após o pronunciamento, vários usuários do Instagram demonstraram insatisfação com a gestão do governo de Adriano no combate à pandemia.  “É surreal ter que reativar o gabinete de crise. Por que diabos desativaram? Eu quero morar nesse mundo de fantasia de você, prefeito, onde a pandemia é ‘só uma gripezinha’”, irritou-se um internauta.

Outro criticou aglomerações feitas pelo prefeito. “Precisamos de decretos, leis e que o senhor não promova aglomerações, esse recado não é absolutamente nada”, disse um usuário.

Uma internauta lembrou do dia em que Joinville recebeu o presidente Jair Bolsonaro, em reunião com aproximadamente 300 pessoas, incluindo o prefeito Adriano, políticos e empresários: “Aglomerar com o presidente e não usar máscara pode, né?”, indignou-se a cidadã. O encontro com Jair Bolsonaro ocorreu no dia 6 de agosto.

Outro usuário sentiu falta de decretos no combate a pandemia do coronavírus. “Sem decreto, infelizmente nada muda”, sugere.

Atualmente, a região de Joinville é a única de Santa Catarina considerada em estado gravíssimo na matriz de risco do governo estadual, que avalia a quantidade de casos ativos, a taxa de contágio e o número de leitos disponíveis, entre outros fatores. A responsabilidade maior é de Joinville, maior cidade do nordeste catarinense que pouco faz para enfrentar a pandemia. A região é a única quase não saiu da péssima condição nos últimos meses.

A cidade viu a crise se agravar nas últimas semanas, com o aumento constante do número de casos. No momento, há 1.813 casos ativos da doença na cidade. Desde o início da pandemia, Joinville registrou 1.736 mortes por covid-19. Com 604 mil pessoas, a cidade vacinou apenas 370 mil contra o coronavírus até o momento.

Com entusiasmo, Adriano Silva participou da recepção ao presidente Jair Bolsonaro, que se destaca justamente pelo boicote que promove ao enfrentamento da pandemia – Foto: Prefeitura de Joinville