Em reunião de governadores, Moisés critica cartas e propõe reunião presencial entre os poderes

O governador Carlos Moisés participou na manhã desta segunda-feira (23), por videoconferência, da reunião do IX Fórum Nacional de Governadores. Em sua manifestação, o governador catarinense se posicionou contrário à comunicação por cartas e sugeriu uma reunião presencial com governo federal e demais órgãos e poderes para a discussão dos interesses do país, estados e municípios.

“Eu sugeri uma ação nossa, uma ação mais presente na vida da comunidade. Uma reunião presencial para colocarmos a nossa posição de forma clara e muito tranquila junto aos poderes, em defesa dos interesses de todas as esferas de poder e do povo brasileiro” , disse o governador catarinense.

Ao final do encontro, o grupo decidiu propor uma reunião com o governo federal e demais Poderes para tratar de diversos temas que visem a criar um ambiente adequado de investimentos e inovação entre os entes, para que possam avançar na pautas de interesses da sociedade.

Na semana passada, 14 governadores publicaram uma carta para manifestar solidariedade aos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) que se tornaram alvos de Jair Bolsonaro. Carlos Moisés não assinou o documento.

Governança Climática

A questão ambiental também esteve em pauta pelos gestores. O tema Governança Climática foi apresentado aos gestores pelo governador do Espírito Santo, Renato Casagrande. Ele apresentou a proposta da formação de um consórcio de governos estaduais para promover projetos. A ideia é estabelecer um fundo único para financiar políticas públicas de enfrentamento as mudanças climáticas.

Governadores ou vices de 24 estados participaram do encontro virtual. Também compareceram os presidentes da Confederação Nacional dos Municípios (CNM), Paulo Ziulkoski, e do Comitê Nacional de Secretários da Fazenda, Finanças, Receitas ou Tributação dos Estados e Distrito Federal (Comsefaz), Rafael Fonteles, que é secretário de Fazenda do Piauí.

Segundo acordado no encontro, os governadores do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, e do Piauí, Wellignton Dias, presidente e coordenador do Fórum, respectivamente, vão articular com os líderes dos poderes as datas das próximas reuniões.

Edição: Felipe Silveira
Foto e informações: Governo de SC