Em Florianópolis, vereadores cobram vacina, insulina e recursos

Os 19 vereadores de Joinville estiveram em Florianópolis na quarta-feira (7), onde cobraram mais vacinas e envio de insulina, além de tratar de outras pautas junto ao governo e ao parlamento estadual. Uma carta com as demandas foi entregue pelos vereadores ao secretário da saúde, André Motta Ribeiro, e ao presidente da Alesc, deputado Mauro de Nadal (MDB).

Segundo a secretaria estadual, Joinville já recebe mais doses de vacina desde o dia 24 de junho. De acordo com a nova orientação, Joinville deve receber 8,5% das vacinas para covid-19 que o Ministério da Saúde repassa a Santa Catarina e será o município com a maior parcela dos repasses. A capital passa a receber 7%. Os vereadores protestaram contra o envio de mais doses para Florianópolis até o momento, já que a capital tem população menor e está bem mais avançada na vacinação.

Com relação à interrupção no fornecimento de insulinas para diabéticos, André Motta Ribeiro justificou que depende de compra e repasses do governo federal. O secretário-adjunto da pasta, Alexandre Fagundes, comunicou que na próxima terça-feira (13) será enviado a Joinville um dos tipos de insulina que estava em falta. Os medicamentos foram repassados pelo governo federal.

A equipe técnica da SES esclareceu que nesse repasse será enviado apenas um tipo de insulina, em pequena quantidade, para um grupo específico de pacientes. A sugestão dos servidores é que representantes do município discutam com o governo estadual uma forma de cobrar que o Ministério da Saúde conclua as licitações de compra de insulina que estão em trâmite.

Já sobre uma maior participação do governo estadual no custeio do Hospital Municipal São José (HMSJ), outra pauta levada pelos vereadores, a solução vislumbrada pela secretaria é contemplar o hospital após a revisão da Política Hospitalar Catarinense.

O secretário disse aos vereadores que vai se aprofundar sobre as demandas de Joinville e que está disposto a discutir os temas em Joinville. O presidente da Alesc assegurou que vai verificar as situações. Ele sugeriu que os deputados estaduais de Joinville defendam essas bandeiras na Alesc e junto ao governo estadual. Os deputados estaduais Fernando Krelling (MDB) e Kennedy Nunes (PTB) participaram do encontro com os vereadores.

O presidente da CVJ, Maurício Peixer (PL), disse que saiu feliz com os encontros na capital. Na opinião de Peixer, os temas devem evoluir, pois nas reuniões os vereadores mostraram a união e a preocupação dos 19 representantes de Joinville na luta pelos assuntos da saúde do município.


Edição: Felipe Silveira
Foto e informações: CVJ