Joinville assina acordo de cooperação com Comitê Paralímpico Brasileiro

Na tarde desta quarta-feira (30), foi assinado um acordo de cooperação entre o Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) e a Secretaria de Esportes de Joinville (Sesporte). Com o acordo, que foi firmado no gabinete do prefeito Adriano Silva, a Sesporte pode participar do Programa de Educação Paralímpica.

“Esta parceria faz com que os nossos profissionais possam ter a qualificação para trabalhar com cada deficiência e isso é fantástico, porque você passa um conhecimento técnico para os professores que serão grandes incentivadores de crianças com deficiência a buscarem o seu futuro no esporte”, comemorou o prefeito Adriano Silva.

Yohansson do Nascimento, vice-presidente do CPB, conta que teve contato com o esporte aos 17 anos, quando uma treinadora o encontrou dentro do ônibus e fez o convite. Em 15 anos de carreira, o velocista conquistou seis medalhas paralímpicas, 11 em mundiais e nove em Jogos Parapan-Americanos.

“Talvez, se na minha escola tivesse um professor qualificado que entendesse do esporte paralímpico, eu poderia ter sido apresentado antes ao paradesporto. Por isso, o que nós estamos fazendo não é só assinar um papel. Aqui nós estamos realizando sonhos, dando oportunidade para as pessoas”, explicou o vice-presidente.

O programa é composto por uma série de cursos gratuitos para a formação e contínua qualificação e aprimoramento de técnicos, classificadores, árbitros e outros profissionais do esporte paralímpico. Também organiza cursos de capacitação em modalidades esportivas, de introdução ao Movimento Paralímpico e de utilização do esporte como ferramenta de convivência e socialização, tanto em escolas quanto em entidades assistenciais.

O projeto engloba, ainda, um curso em formato de Educação à Distância (EaD), para ampliar a formação de profissionais de Educação Física na rede escolar. Agora, as secretarias de Esporte e Educação aguardam a liberação do link para acessar a plataforma. Assim que o conteúdo estiver disponível, os professores da rede serão informados para que possam iniciar os cursos.


Edição: Felipe Silveira
Foto e informações: Prefeitura