MDB prorroga prévia que vai escolher candidato ao governo de SC

Antílio Lunelli, Dário Berger e Celso Maldaner terão que esperar mais tempo para saber qual deles será o candidato do MDB ao governo de Santa Catarina. Se é que o partido vai ter candidato próprio, podendo ainda apoiar a reeleição de Carlos Moisés, pois compõe a base de apoio do atual governador. A prévia do partido, marcada para o dia 15 de agosto, foi suspensa.

Segundo o partido, cuja direção se reuniu na manhã desta segunda-feira (21), o motivo do adiamento foi a pandemia de coronavírus. No entanto, há indícios de que a decisão está mais ligada às pressões internas do partido. Segundo o jornalista Upiara Boschi, houve pressão por parte da bancada estadual e de outras lideranças que temiam um racha no partido.

Segundo o presidente e pré-candidato Celso Maldaner, a prévia foi apenas adiada. “Não há definição de quando definiremos a data, pois o momento é de avaliar o cenário para garantir que de fato o maior número de filiados possa participar da escolha do futuro candidato do MDB ao governo do estado”, disse.

A comissão eleitoral, responsável pela realização das prévias, será formada após a confirmação de nova data.

Durante a reunião da executiva, os emedebistas também aprovaram a resolução que permite aos diretórios municipais a prorrogação de suas convenções previstas para outubro, devido também à situação da pandemia. A prorrogação dos mandatos, por até um ano, deverá ser validada pelas executivas municipais e informada ao diretório estadual.


Texto: Felipe Silveira
Fotos: Divulgação
Informações: MDB-SC | Upiara Boschi