Sinsej apresenta empresa a ser contratada para auditoria do Ipreville

Se aprovada pelos vereadores, a empresa Gestor Um fará o cálculo atuarial independente das contas do Instituto de Previdência Social dos Servidores Públicos do Município de Joinville (Ipreville). A indicação é do Sindicato dos Servidores Públicos de Joinville e Região (Sinsej), que cobra a auditoria para orientar a tramitação da reforma da previdência, e vai pagar por ela.

O Sinsej entregou o ofício à Câmara de Vereadores de Joinville na tarde de sexta-feira (11). O documento foi entregue ao presidente da câmara, Maurício Peixer (PL), na presença de diversos vereadores, servidores e profissionais da imprensa.

Alegando independência e liberdade das comissões, Peixer se comprometeu a acatar a solicitação de reunião e apresentá-la às comissões responsáveis para que deliberem sobre ela. No final da tarde de sexta, a CVJ divulgou que o encontro das duas comissões está marcada para esta segunda-feira (14), com horário ainda a ser definido.

De acordo com a presidenta do sindicato, Jane Becker, a participação de membros dos poderes legislativo e executivo e servidores nos trabalhos da auditoria vai garantir a necessária transparência. O documento também reitera o pedido da suspensão dos três projetos referentes à reforma da previdência até que a auditoria seja finalizada.

Para Jane, os três projetos surgiram a partir da justificativa do governo sobre o suposto déficit nas contas Ipreville e do Certificado de Regularidade Previdenciária negativo. Agora que Joinville conseguiu o CRP na Justiça, não há pressa para a aprovação da reforma, segundo a líder sindical.


Texto: Felipe Silveira
Foto: Mauro Artur Schlieck/CVJ
Informações: CVJ | Sinsej