Sargento Lima quer que estado pague 30% da folha do São José

Na sessão de quarta-feira (2) da Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina (Alesc), o deputado Sargento Lima (PL) defendeu que o governo estadual assuma, via convênio, 30% da folha de pagamentos do Hospital Municipal São José.

“Segundo dados fornecidos pela secretaria municipal de saúde de Joinville, o município paga 75% da folha dos funcionários São José, o SUS paga 22,5%, sobrando ao estado entre 0,8% e 2,5%. Ano passado o total da folha foi R$ 268 milhões, a prefeitura desembolsou R$ 201 milhões, o governo federal R$ 60 milhões e o governo do estado R$ 7 milhões”, revelou Lima.

O deputado ressaltou que o hospital atende uma população de cerca de 1,4 milhão de pessoas e que mais de 24% dos atendimentos são para cidadãos que não residem em Joinville. “Como o estado não pode assumir a folha de pagamentos do município, pode arcar com convênios para equalizar, ou quem sabe levar parte da alta complexidade do São José para o Regional”, indicou Lima.


Edição: Felipe Silveira
Foto: Bruno Collaço/Alesc
Informações: Alesc