Moisés pede a deputados que derrubem veto de Daniela a repasse de verbas estaduais a obras federais

De volta ao governo, o governador Carlos Moisés foi pessoalmente à Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc) na terça-feira (11) com o objetivo de fazer um pedido aos parlamentares. Em reunião com 22 dos 40 deputados estaduais, solicitou a derrubada dos vetos governamentais feitos por Daniela Reinehr no período de governo interino. Quando teve a posse da caneta, a vice-governadora vetou a destinação de recursos estaduais para obras em rodovias federais no estado.

Em documento entregue aos deputados, o governador defendeu que “os recursos aportados objetivam apoiar a realização de obras estruturantes do governo federal em Santa Catarina, realizações que melhorarão a qualidade dos serviços de transporte, fortalecerão a integração de cadeias produtivas e facilitarão a circulação de pessoas e produtos em todo o território catarinense. Além disso, irão contribuir para geração de empregos diretos e indiretos, funcionando também como um dos grandes motores de expansão da economia do estado.”

Ele enfatizou a importância de o governo investir em obras nas BRs 470, 280 e 163. “O dinheiro dos catarinenses, independente dele ser de um tributo estadual ou federal, é um dinheiro dos catarinenses, que é recolhido seja para os cofres do governo do estado ou federal. Que ele seja investido em rodovias estaduais, federais ou municipais, o importante é que este dinheiro beneficia os catarinenses”, afirmou.

Além do presidente Mauro de Nadal (MDB), participaram também da reunião os deputados José Milton Scheffer, Bruno Souza (Novo), Dr.Vicente Caropreso (PSDB), Silvio Dreveck (PP), Fabiano da Luz (PT), Sergio Motta (Republicanos), Nazareno Martins (PSB), Jair Miotto (PSC), Marcos Vieira (PSDB), Paulinha (PDT), Ivan Naatz (PL), Ismael dos Santos (PSD), Valdir Cobalchini (MDB), Luciane Carminatti (PT), Ricardo Alba (PSL), Kennedy Nunes (PSD), Ana Campagnolo (PSL), Jean Kuhlmann (PSD), Milton Hobus (PSD), Nilso Berlanda (PL) e Rodrigo Minotto (PDT).


Edição: Felipe Silveira
Foto: Bruno Collaço/Alesc
Informações: Alesc