Com cruzes no gramado da prefeitura, movimentos lembram de vítimas da covid-19

Cruzes pretas, velas, faixas e cartazes foram espalhadas no gramado da Prefeitura de Joinville em protesto de movimentos populares no dia 1º de Maio, o Dia dos Trabalhadores. O ato foi realizado pelo Comitê Fora Bolsonaro, que é a formado por entidades populares, sindicatos, partidos e movimentos de esquerda.

“Quantas mortes ainda vamos ter?” era a pergunta em uma das faixas, que trazia o número de vítimas no país, no estado e na cidade. O Brasil já ultrapassou a marca de 400 mil mortos, enquanto Santa Catarina tem mais de 13 mil e Joinville tem 1.300.

Para o movimento, o número de mortes está diretamente relacionado ao desempenho dos governos municipal, estadual e federal, especialmente de Jair Bolsonaro. O presidente brasileiro já deu inúmeros exemplos de péssima conduta na gestão de combate à pandemia, como promover aglomerações, criticar o uso de máscaras, falar mal de vacinas e divulgar remédio sem eficácia contra a doença. Além disso, deu inúmeros exemplos de omissões que levaram à morte milhares de brasileiros (Agência Pública).


Texto: Felipe Silveira
Fotos e informações: Divulgação