Com doações de famílias e empresas, maternidade é ampliada em Jaraguá do Sul

O Hospital Maternidade Jaraguá, de Jaraguá do Sul, inaugurou uma nova ala na manhã de quinta-feira (18). A ampliação da estrutura da entidade privada custou R$ 1,8 milhões, sendo que deste montante, R$ 1,2 milhões foram doados por famílias ricas e empresas da cidade. A obra não recebeu recursos do estado, mas o secretário estadual de saúde, André Motta Ribeiro, foi convidado e participou da inauguração da nova ala.

“Eu já conheço a qualidade e o brio dessa comunidade. Essa parceria público-privada não é só de recursos financeiros, é de trabalho, de intenção, de pessoas cuidando de pessoas. Uma estrutura extremamente importante e muito bem organizada. Quem dera que nós pudéssemos ter mais estruturas como essa espalhadas por todo o estado de Santa Catarina”, disse.

Com a chegada de novos equipamentos e a melhoria dos espaços, a maternidade passará a contar com um Centro de Parto Humanizado, que permitirá aumentar em 20% a sua capacidade de atendimento. O Hospital e Maternidade Jaraguá atende toda a região da Associação dos Municípios do Vale do Itapocu (Amvali) e completa 55 anos em 2021.

“Neste momento, em que o hospital completa 55 anos de relevantes serviços prestados à comunidade jaraguaense, é uma grande alegria para nós entregar essa nova área da maternidade. Esse espaço foi criado e desenhado, com muito amor e carinho, para acolher as famílias, para que sintam-se em casa num momento tão importante que é o nascimento dos bebês”, afirmou o presidente do conselho do hospital, Charles Alfredo Bretzke.

A nova ala da maternidade do HMJ terá Pronto Atendimento Obstétrico, formado por três salas de observação/medicação e dois consultórios. Com esta ampliação, a área também passa a contar com mais 10 novos leitos de UCI (Unidades de Cuidados Intermediários), novo espaço de triagem e sala de espera, além de cinco leitos destinados ao pré-parto, parto e pós-parto.

“Essa ampliação vai permitir que a paciente em trabalho de parto possa ser acolhida num espaço maior, ser atendida de forma individualizada realizando pré-parto, parto e pós-parto no mesmo ambiente. O PA obstétrico também trará muitos ganhos às gestantes, pois elas serão atendidas em três salas de acolhimento, o que representa mais conforto durante o atendimento”, contou a coordenadora de enfermagem do hospital, Paolla Ruthes de Souza.

A ampliação da maternidade também permitiu agregar um novo serviço. A instituição passa a oferecer cinco suítes para uso individual, que oferecerão uma proposta de hotelaria. Este novo espaço terá banheira, além de espaço para receber acompanhante, doula e fotógrafo durante o trabalho de parto.

De acordo com o diretor executivo do HMJ, Sérgio Luis Alves, os novos apartamentos foram planejados para oferecer privacidade e conforto durante o nascimento. “Sabemos que a chegada dos bebês é um dos momentos mais importantes na vida das pessoas e essas suítes trarão ainda mais aconchego e conexão com o lar dessas famílias”, destacou.

André Motta Ribeiro ainda cumpre agenda pela região. Ele realizou uma visita às dependências do Hospital São José, também em Jaraguá do Sul. No período da tarde, cumpriu agenda em Blumenau, com visitas técnicas aos hospitais Santo Antônio e Santa Isabel.


Edição: Felipe Silveira
Foto: Débora Cunha/Assessoria
Informações: Governo de SC/HMJ