Adilson Girardi propõe discussão sobre tombamento de imóveis

O vereador Adilson Girardi (MDB) encaminhou requerimento para a Comissão de Urbanismo em que propõe uma discussão a respeito dos imóveis relacionados para tombamento pelo patrimônio histórico. Hoje, segundo a Secretaria de Cultura e Turismo (Secult), a lista engloba 450 imóveis na cidade. Na relação dos já tombados, estão 127 propriedades.

A justificativa para o requerimento, segundo Girardi, passa pelo prazo de avaliação destes imóveis pela prefeitura. Para o parlamentar, a demora traz insegurança jurídica e prejuízos para os proprietários.

Receba notícias pelo Whatsapp

“É preciso que se tenha regras claras e avaliação no menor espaço de tempo. Já vimos situações em que o imóvel se deteriorou e caiu e o resultado sobre o tombamento ainda não foi liberado”, disse.

Outro questionamento do vereador é relacionado à destinação de recursos públicos para a restauração do patrimônio tombado e sobre a dispensa de tributação nos imóveis que ainda aguardam avaliação.

“O restauro custa caro e nem todos os proprietários têm condições de bancar. Da mesma forma, quando o imóvel está em avaliação, ele fica praticamente indisponível e não deveria ser tributado”, sugeriu.

As reuniões da Comissão de Urbanismo ocorrem às terças-feiras, às 15 horas, na sala das comissões da Câmara de Vereadores.


Edição: Felipe Silveira
Foto: Mauro Artur Schlieck/CVJ
Informações: Assessoria de Adilson Girardi