Arthur Lira chega à presidência da Câmara com votos joinvilenses

O deputado federal Arthur Lira (PP-AL) é o novo presidente da Câmara dos Deputados. O alagoano foi eleito na noite de segunda-feira (1º) em primeiro turno, com 302 votos. Desses, ao menos dois foram joinvilenses. Darci de Matos (PSD) e Coronel Armando (PSL) confirmaram o voto no candidato apoiado pelo presidente Jair Bolsonaro. Rodrigo Coelho (PSB) não revelou o voto, mas, como apoiador de Bolsonaro, é provável que tenha votado no candidato do PP também.

“Parabéns Deputado e agora presidente da Câmara Federal Arthur Lira, pela vitória no primeiro turno. Estamos juntos, conte comigo!!!”, escreveu Darci de Matos.

Coronel Armando, que fez campanha para Lira destacando a relação do candidato com Bolsonaro, destacou que a Câmara terá projetos necessários pautados para o desenvolvimento da nação. Ele quer dizer, no caso, que Lira deve pautar os projetos do governo.

“Eu acredito num futuro melhor do que os anos de anonimato dos parlamentares e de disputa pessoal para enfraquecer Bolsonaro durante a presidência de Rodrigo Maia”, disse.

Sem revelar o voto, Coelho desejou sucesso para Arthur Lira e para Rodrigo Pacheco (DEM-MG), novo presidente do Senado. “O momento exige união de todos. É hora de deixar as divergências políticas de lado”, escreveu o parlamentar joinvilense.

A eleição

Arthur Lira foi apoiado por um bloco formado por 11 partidos (PSL, PP, PSD, PL, Republicanos, Podemos, PTB, Patriota, PSC, Pros e Avante) e tomou posse do cargo logo em seguida à divulgação do resultado. Como ele obteve a maioria absoluta (metade mais um) de votos dos presentes, não houve um segundo turno.

Em segundo lugar na eleição, ficou o deputado Baleia Rossi (MDB-SP), com 145 votos. Em seguida, aparecem Fábio Ramalho (MDB-MG), com 21 votos; Luiza Erundina (PSOL-SP), com 16 votos; Marcel van Hattem (Novo-RS), com 13 votos; André Janones (Avante-MG), com três votos; Kim Kataguiri (DEM-SP), com dois votos; e General Peternelli (PSL-SP), com um voto. Também foram registrados dois votos em branco.

Perfil

Arthur Lira tem 51 anos e está no terceiro mandato de deputado federal. Empresário, agropecuarista e bacharel em Direito, Lira iniciou a vida pública em 1993, quando se elegeu vereador em Maceió. Antes de chegar à Câmara, também foi deputado estadual em Alagoas. É filho do atual prefeito de Barra de São Miguel (AL), o ex-senador Benedito de Lira.

Um dos principais nomes do bloco chamado Centrão, que reúne parlamentares de direita que votam conforme vantagens, Lira era um opositor de Bolsonaro até o ano passado. Aliou-se ao governo e se tornou o responsável por distribuir as fartas verbas aos parlamentares que foram liberadas por Jair Bolsonaro.

Lira responde dois processos no Superior Tribunal Federal (STF), além de várias outras acusações na Justiça. Em um dos processos, é acusado de corrupção passiva. No outro, por formação de quadrilha. Também era acusado de praticar rachadinha no período em que foi deputado estadual em Alagoas, mas foi absolvido por tribunal local porque as provas foram obtidas de forma ilícita.


Texto: Felipe Silveira
Foto: Redes sociais do deputado Coronel Armando
Informações: Câmara dos Deputados