Copeira do Hospital São José é primeira vacinada de Joinville

O dia 19 de janeiro de 2021 vai ficar marcado na história de Joinville como a data em que teve início a imunização para a covid-19 na cidade. Os primeiros vacinados da cidade foram oito profissionais de diferentes áreas do Hospital Municipal São José (HMSJ), que trabalham na linha de frente dos atendimentos de pacientes com casos suspeitos e confirmados de covid-19. A primeira dose foi administrada na copeira Rosângela de Oliveira Cardoso, que trabalha há 27 anos na instituição.

Receba notícias pelo Whatsapp

“Neste dia tão esperado pelos joinvilenses, é um orgulho muito grande sermos representados por estes profissionais comprometidos e dedicados”, declara o prefeito Adriano Silva.

No primeiro lote, a Secretaria de Estado da Saúde destinou 5.624 doses da vacina para Joinville. Elas serão aplicadas nos grupos prioritários diretamente nos locais de trabalho, para os profissionais da saúde, e nos asilos ou casas de repouso, para os idosos com 60 anos ou mais.

Das 4.742 doses designadas aos profissionais da área da saúde, 3.657 serão destinadas aos colaboradores da linha de frente dos hospitais, 35 aos profissionais do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), 600 aos trabalhadores de instituições de longa permanência para idosos e 450 às pessoas envolvidas diretamente com o processo de aplicação das vacinas.

Assim que mais doses forem disponibilizadas pelo Governo Federal e outros grupos forem contemplados, a Prefeitura de Joinville irá informar sobre o atendimento nas salas de vacina e o agendamento para a Central de Imunização de Joinville, no Centreventos.

As etapas da vacinação estão previstas no plano “Joinville na luta contra o coronavírus”, que foi elaborado pela prefeitura alinhado ao Plano Nacional de Imunização do Ministério da Saúde, e que está disponível para consulta no site.

Primeiros imunizados

– Rosângela de Oliveira Cardoso é copeira e trabalha há 27 anos no HMSJ. Atua na linha de frente dos atendimentos desde o início da pandemia.

– Nilce da Silva de Paula é auxiliar de higienização e trabalha no HMSJ há 11 meses. Desempenha suas atividades nos setores que atendem pacientes com covid-19.

– Fabiano Luís Schwingel é pneumologista e trabalha no HMSJ há 18 anos. Integra a equipe médica de cuidados aos pacientes com covid-19.

– Robson Duarte é enfermeiro e trabalha no HMSJ há 25 anos. Desde o início da pandemia, atua na UTI exclusiva para covid-19.

– Marilda Nascimento Gonçalves é técnica em enfermagem e trabalha no HMSJ há 18 anos. Atua na linha de frente dos atendimentos desde o início da pandemia.

– Graziela de Vila de Luca Tonon é fisioterapeuta e trabalha há 3 anos no HMSJ. Desde o início da pandemia, atua na UTI exclusiva para covid-19.

– Wagner Augusto Ramalho é técnico em radiologia e trabalha no HMSJ há 18 anos. Realiza exames de imagem em pacientes da UTI exclusiva para covid-19.

– David Alexandre Barbosa Lamin é recepcionista e trabalha há 3 anos no HMSJ. Atua nos atendimentos da Central de Internação do Pronto-socorro.


Edição: Felipe Silveira
Foto e informações: Prefeitura