Joinville recebe 5.624 doses e começa vacinação contra covid-19 nesta terça-feira

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) definiu, após reunião da Comissão Intergestores Bipartite (CIB), a quantidade de vacinas disponibilizadas para cada região de Santa Catarina. Joinville vai receber doses para vacinar 5.624 pessoas na primeira etapa, sendo 882 pessoas com mais de 60 anos que moram em instituições e 4.742 para profissionais da saúde da linha de frente.

Receba notícias pelo Whatsapp

A cidade começa a vacinação nesta terça-feira (19), com ato simbólico às 14 horas, no memorial do Hospital Municipal São José. Os primeiros vacinados serão profissionais de diversas frentes de atendimento da unidade, como forma de homenagear os trabalhadores da área.

Na distribuição, o estado, que recebeu pouco mais de 144 mil doses da vacina CoronaVac, considera a dose dupla, necessária para a imunização. Isso significa que Joinville vai receber as primeiras doses neste primeiro momento e depois receberá as segundas doses para vacinar as mesmas pessoas após 15 dias, completando a imunização.

As doses serão aplicadas diretamente nos locais de trabalho, para os profissionais da saúde, ou nos asilos e casas de repouso, para os idosos. Assim que mais doses forem disponibilizadas pelo governo federal e outros grupos prioritários forem contemplados, a Prefeitura de Joinville irá informar sobre o atendimento nas salas de vacina e o agendamento para a Central de Imunização de Joinville, que está em fase final de montagem, no Centreventos Cau Hansen.

Todas as etapas da vacinação estão previstas no plano “Joinville na luta contra o coronavírus”, que foi elaborado pela Prefeitura alinhado ao Plano Nacional de Imunização do Ministério da Saúde, e que está disponível para consulta no site.

Vacinação em SC

A reunião extraordinária que definiu a distribuição das doses em SC ocorreu na noite desta segunda-feira (18), no formato online, e contou com a participação de representantes de todos os municípios catarinenses. Ficou definido que 71.040 doses (duplas) serão destinadas às regionais de saúde para serem distribuídos entre todos os 295 municípios catarinenses.

Diante do quantitativo de doses recebidas, a SES definiu prioridades dentro dos grupos indicados na primeira fase do Plano de Vacinação. Devem ser vacinadas 6.026 pessoas, com 60 anos ou mais, residentes em instituições de longa permanência (institucionalizadas), 263 pessoas a partir de 18 anos de idade com deficiência, residentes em residências inclusivas (institucionalizados), 7.710 indígenas acima de 18 anos de idade aldeados (vivendo em terras indígenas) e 54.385 trabalhadores de saúde.

A soma desses números resulta em 68.384 pessoas vacinadas com o primeiro lote. A estimativa de vacinados (mais de 68 mil) é menor que as doses destinadas aos municípios (mais de 71 mil) porque considera perdas no processo.

Mais detalhes sobre a distribuição do primeiro lote da vacina em Santa Catarina podem ser obtidos no informe técnico produzido pela Secretaria de Estado da Saúde. O documento contém informações da distribuição por região e por cidades, além de dados técnicos sobre a vacinação.

O quantitativo disponível para trabalhadores de saúde equivale a pouco mais de 30% da força de trabalho de Santa Catarina, portanto, foi pactuado com os municípios critérios de priorização para esse grupo:

1. Profissionais que atuam nas UTIs COVID-19;
2. Profissionais que atuam nas Emergências COVID-19;
3. Profissionais que atuam no atendimento clínico hospitalar COVID-19;
4. Profissionais do SAMU;
5. Trabalhadores das Instituições de Longa Permanência de Idosos e de Residências Inclusivas (Serviço de Acolhimento Institucional em Residência Inclusiva para jovens e adultos com deficiência);
6. Equipes que estiverem diretamente envolvidas na vacinação dos grupos elencados para esta etapa.

O governo ainda ressalta que é fundamental que todos mantenham as ações de prevenção à covid-19, higienizando as mãos frequentemente com álcool gel ou água e sabão, utilizando máscara em ambientes coletivos e evitando aglomerações.


Texto: Felipe Silveira
Foto: Ricardo Wolffenbuttel/Governo de SC
I
nformações: Prefeitura | Governo de SC