Com museu alagado, secretário e servidores fazem mutirão de limpeza

A forte chuva na virada de ano, que atingiu milhares de joinvilenses, também alagou o Museu Arqueológico de Sambaqui de Joinville — quase sempre afetado por estar em uma região que sofre com os alagamentos, às margens do rio Cachoeira. Um mutirão de limpeza, que durou o dia todo, foi realizado no primeiro dia do ano.

O futuro secretário de Cultura e Turismo, Guilherme Gassenferth, que assume o cargo na próxima segunda-feira (4), liderou a força-tarefa, que contou com a ajuda de servidores e de uma equipe da empresa terceirizada da prefeitura. Exonerada horas antes, a ex-coordenadora do museu, Roberta Meyer, também atuou no mutirão desde as primeiras horas.

O prefeito Adriano Silva e a esposa Bianca estiveram no local e também participaram da limpeza antes de se encaminharem à Câmara de Vereadores para a cerimônia de posse, marcada para as 17 horas.

A limpeza bruta foi realizada na sexta-feira, mas uma limpeza mais refinada, analisando o quanto o acervo foi atingido, será feita nos próximos dias. O alagamento atingiu principalmente o mobiliário, sem danos, a princípio, ao acervo.

Parte da equipe que atuou no mutirão de limpeza do museu arqueológico

Texto: Felipe Silveira
Foto: Cedida por Guilherme Gassenferth