Sem cerimônia na pandemia, eleitos obtêm diplomas pela internet

A diplomação dos vereadores eleitos, feita pela Justiça Eleitoral, não teve cerimônia neste ano, em razão da pandemia do novo coronavírus. Os eleitos e suplentes baixaram seus diplomas no site do Tribunal Regional Eleitoral (TRE). Foi o que fizeram os parlamentares reeleitos em Joinville Adilson Girardi (MDB), Claudio Aragão (MDB), Mauricio Peixer (PL) e Tânia Larson (PSL).

O prefeito eleito Adriano Silva e a vice Rejane Gambin também baixaram os diplomas no site do TRE

Com outros 15 vereadores estreantes, eles tomam posse em 1º de janeiro, na Câmara, em cerimônia presencial e virtual. Um ato da Mesa Diretora determinou que será autorizada entrada de um convidado por eleito, com objetivo de manter o distanciamento social, conforme determinação da legislação e de autoridades de saúde. Também será obrigatório o uso de máscara.

A posse será transmitida pelo You Tube e no canal 16 da Claro TV.

Quem vai compor a CVJ em 2021

Alisson Julio (Novo) – 9.574 votos
Diego Machado (PSDB) – 3.981
Tania Larson (PSL) – 3.916 (reeleita)
Adilson Girardi (MDB) – 3.838 (reeleito)
Claudio Aragão (MDB) – 3.584 (reeleito)
Érico Vinícius (Novo) – 3.504
Ana Lucia Martins (PT) – 3.126
Kiko do Restaurante (PSD) – 2.915
Osmar Vicente (PSC) – 2.744
Henrique (MDB) – 2.733
Neto Petters (Novo) – 2.523
Sidney Sabel (DEM) – 2.514
Lucas Souza (PDT) – 2.311
Brandel Junior (Podemos) – 2.293
Pastor Ascendino Batista (PSD) – 2.258
Sales (PTB) – 2.093
Maurício Peixer (PL) – 2.085 (reeleito)
Wilian Tonezi (Patriota) – 1.787
Cassiano Ucker (Cidadania) – 1.750


Edição: Felipe Silveira
Foto: Mauro Arthur Schlieck/CVJ
Informações: Divisão de Jornalismo da CVJ