Hotelaria de SC poderá operar com 100% da capacidade na temporada

O governador Carlos Moisés anunciou nesta segunda-feira (14) novas regras de ocupação para a rede hoteleira na temporada 2020/2021. Pela normativa, fica permitida a lotação de hotéis e pousadas em sua capacidade integral em Santa Catarina. A medida, segundo o governo, tem o objetivo de reduzir a hospedagem clandestina em estabelecimentos sem fiscalização.

“A saúde dos catarinenses e dos turistas segue como nossa prioridade durante a temporada. Por isso, estamos tomando essa medida que amplia a capacidade de hotéis e pousadas para garantir que as normas sanitárias sejam seguidas. Os empresários serão nossos parceiros na fiscalização e seguimento das regras”, afirmou o governador.

Segundo ele, a regra foi construída em parceria com representantes do setor turístico e passa a valer a partir do dia 21 de dezembro. O objetivo das normativas é que as atividades ocorram no verão com o cumprimento de todos os regramentos sanitários. Estão entre eles a recomendação para o uso de máscara, álcool gel e evitar a aglomeração de pessoas.

Na elaboração das regras, a Santur criou o programa Viaje+SC. Aqueles que decidem participar do programa assumem o compromisso de cumprir com as boas práticas de higiene para a prevenção da covid-19 e são reconhecidos com a emissão do selo Viaje+SC em três categorias: bronze, para quem atende às práticas essenciais; prata, para aqueles que vão além das essenciais, e o selo ouro, para estabelecimentos que adotam todas as práticas e recomendações das autoridades de saúde. A adesão ao Viaje+SC é voluntária e gratuita.

Os empreendedores interessados devem efetuar o cadastro no site do programa e fazer uma autoavaliação quanto aos requisitos a serem cumpridos. Posteriormente, atendendo a todos os critérios, são concedidos os selos. Soma-se ao Viaje+SC o selo internacional Safe Travels, concedido pelo Conselho Mundial de Viagens e Turismo (World Travel & Tourism Council – WTTC) em reconhecimento às ações de Santa Catarina na prevenção à covid-19.


Edição: Felipe Silveira
Foto: Cristiano Estrela/Governo de SC
Informações: Governo de SC