Escola Bolshoi retorna com aulas práticas presenciais na sede em Joinville

Desde o início de novembro, quase oito meses após o fechamento das escolas devido à pandemia, a Escola do Teatro Bolshoi no Brasil tem retomado parcialmente suas aulas presencias. Segundo a Secretaria de Estado da Educação, a Escola Bolshoi se enquadra na portaria SES Nº 448 e na Portaria Conjunta nº 750/2020, que estabelece medidas de prevenção para as atividades de aulas práticas de cursos técnicos em SC.

Todos os alunos estão tendo oportunidade de fazer as aulas de dança clássica na sede da escola, de forma gradual e obedecendo a uma série de medidas: distanciamento social, uso obrigatório de máscara nas dependências da escola e durante as aulas, pontos de álcool em gel e aferição de temperatura. Os alunos podem optar também em fazer as aulas de suas casas, já que as aulas estão sendo transmitidas online, no formato híbrido para atender a todos.

Além disso, a grade horária foi toda refeita, realizando rodizio de turmas, para que as aulas não aconteçam no mesmo ambiente. O rodízio visa espaçar o cronograma de aulas para evitar aglomerações e também para que seja realizada a higienização dos espaços usados pelos alunos.

As aulas teóricas e disciplinas complementares continuam no formato online. Para a coordenadora pedagógica Katiuscia Kuyawski Vieira, tem sido um desafio organizar as aulas e conscientizar os alunos da importância de seguir as medidas propostas.

“Neste primeiro momento de retomada, optamos pelo ensino híbrido, com aulas online e presenciais. Estamos monitorando todas as aulas, para que possamos seguir com segurança e para continuar oferecendo ensino de excelência”, explicou Katiuscia.

Antes mesmo de retornarem às salas de aula, os alunos e pais foram instruídos a adotarem as novas medidas, incentivados sobre a importância de seguirem à risca todas as recomendações, em prol da saúde de cada um e de seus familiares, por meio de reuniões online.

Nas salas de aula, cantina e em outros espaços compartilhados, criaram-se horários diferenciados de acesso, além do uso de máscaras obrigatória, foi instalado um novo ponto para a higienização constante das mãos, e os armários com os objetos pessoais foram realocados para garantir o distanciamento adequado. Para isso, pontos de álcool em gel foram distribuídos em locais estratégicos na instituição, como na entrada das salas de aula, corredores e dos banheiros.

Avisos com os protocolos de saúde que incentivam a cooperação de todos com as novas normas sanitárias também foram colocados em pontos estratégicos, assim como a entrega aos alunos de um kit com álcool 70%, máscaras e o protocolo de saúde da escola impresso.


Edição: Felipe Silveira
Foto e informações: Escola Boishoi