Com pênalti perdido no fim, JEC perde para o Caxias fora de casa

O JEC desperdiçou a chance de abrir boa vantagem no Grupo A8 da Série D do Brasileirão. Em confronto direto, o Tricolor desperdiçou um pênalti com Alison Mira no final do jogo e perdeu para o Caxias por 1 a 0, neste sábado (31), no estádio Centenário. O gol do time gaúcho foi marcado por Marabá na segunda etapa.

Mesmo com a volta de Davi Lopes e Renan Castro, recuperados da covid-19, e Diego, que cumpriu suspensão no último jogo, e a estreia do lateral esquerdo Mayk, o time não conseguiu jogar bem e saiu derrotado. Mas o JEC também teve desfalques para a partida. Jaques e Edson Ratinho se machucaram e ficaram de fora do confronto.

Primeiro tempo

A partida começou com as equipes tocando a bola e buscando espaços para abrir o placar, e após 15 minutos, o jogo estava sem muitas movimentações e com muitas faltas. Após aos 20 minutos, o time da casa começou a aproveitar os erros do JEC e chegou com perigo duas vezes.

Na primeira, aos 22, Thiago Sales recebeu cruzamento na área e marcou de cabeça, mas o juiz pegou falta de Giovane Gomez fora do lance e anulou o gol. Na segunda, aos 24, Felipe Tontini aproveitou o passe errado de Diego e passou para Marabá. O jogador Grená chutou de fora da área e a bola passou com perigo por cima da meta de Dalberson.

Após as chegadas do time gaúcho, o jogo voltou a ficar morno novamente. O Joinville chegou somente aos 40 minutos, com um chute de fora da área de Lucas de Sá, mas a batida do camisa 7 foi fraca e parou na mão do goleiro Pitol. Sem mais movimentações no primeiro tempo, as equipes foram para o intervalo com o placar zerado.

Segundo tempo

O segundo tempo, como no primeiro, começou truncado e sem muitas criações das equipes. As primeiras chegadas da etapa final foram do Caxias, que aconteceram aos 11 e 18. No primeiro lance, Bruno Ré recebeu cruzamento da direita e cabeceou por cima. Mas o lance já não valia, pois o jogador Grená estava impedido. No segundo, Claudinho cruzou para Marabá, mas o camisa 7 não alcançou e a bola foi para a linha de fundo.

Mesmo com a entrada de Kaynan no lugar de Lucas de Sá no time do Joinville, quem chegava mais no campo de ataque era o Caxias, que aproveitou uma falha recorrente no time de Santa Catarina – a bola parada. Aos 31, Felipe Tontini cobrou escanteio na área e ninguém subiu mais que Marabá, que cabeceou para abrir o placar em Caxias do Sul.

Após o gol, Fabinho Santos colocou Romarinho e Chrystian no lugar de Mayk e Davi Lopes em busca do empate e teve a chance aos 41. Renan Castro foi derrubado na área e sofreu pênalti. Alison Mira, artilheiro do time e da Série D, foi pra bola. O camisa 9 cobrou, mas o goleiro Pitol pulou para o lado direito e fez a defesa, impedimento o gol de empate.

Após o pênalti perdido do JEC, o jogo ficou aberto, com os dois goleiros trabalhando bastante e evitando os gols até o apito final.

E agora?

Com a derrota, o Joinville estaciona na terceira colocação, com 15 pontos ganhos. O Caxias continua na quarta colocação, mas encosta de vez no time joinvilense. O time Grená tem os mesmo 15 pontos, mas com cinco gols de saldo a menos. O próximo compromisso do Coelho é no próximo sábado (7) contra o Pelotas, às 17 horas, na Arena Joinville.

Ficha técnica

Gols

Marabá (Caxias) aos 31’ 2T

JEC
Dalberson; Edu Melo, Charles, Fernando Fonseca e Renan Castro; Caio Mello, Davi Lopes (Chrystian) e Diego; Mayk (Romarinho), Lucas de Sá (Kaynan) e Alison Mira.

Caxias
Pitol, Ivan (Bruno Ré), R. Goiano, Thiago Sales e Eduardo Diniz; Yuri, Marabá (Vidaletti), Diogo Oliveira (Matheuzinho) e Felipe Tontini; Claudinho e Giovane Gomez.


Texto: Bernardo Gonçalves
Foto: Vitor Forcellini/JEC