Joinville permanece em situação grave e volta às aulas presenciais é adiada

A volta às aulas presenciais em Joinville estava prevista para a próxima terça-feira (20), mas havia uma condição: a situação da cidade, considerada grave pelo índice de Risco de Potencial do Coronavírus — a ferramenta de avaliação do governo do estado —, precisava passar para alta. Não aconteceu. A situação segue avaliada como grave e a volta às aulas presenciais está adiada.

A Secretaria de Educação de Joinville não projeta nova data. Agora, de acordo com o órgão, a programação será feita após sete dias de oficializada a redução do risco, para evitar que haja novamente o cancelamento das atividades. Ou seja, mesmo se Joinville for classificada como índice alto na próxima semana, o retorno das aulas vai ocorrer somente se, depois de sete dias, esse quadro de estabilidade se manter.

No momento do retorno, será feita a organização por turmas, priorizando a volta dos alunos das séries finais para as iniciais, em intervalos de sete dias. Esta definição segue a orientação da Portaria 778 do governo do estado, que estabelece “o retorno das atividades escolares deve ser de forma gradativa, com intervalos mínimos de sete dias entre os grupos regressantes, em cada estabelecimento, com o monitoramento da evolução do contágio da covid-19”.


Edição: Felipe Silveira
Foto: Ricardo Wolffenbuttel/Governo de SC
Informações: Prefeitura