Darci de Matos ouve demandas do setor agropecuário

Destacando que Joinville tem a segunda maior área de mata atlântica urbana e a segunda maior área de manguezais do Brasil, o candidato Darci de Matos (PSD) afirmou que é preciso “valorizar e preservar esse capital natural e ao mesmo tempo desenvolver Joinville de forma sustentável”.

Ele esteve reunido, na manhã desta terça-feira (29), com Ciro Harger, presidente do Sindicato Rural de Joinville, com Anselmo Cadorin, da Associação dos Engenheiros Agrônomos, e com a advogada Ambiental Tatiana Miranda, que representavam 13 entidades do Movimento Joinvilense em Defesa do Setor Agropecuário.

Entre as principais demandas apresentadas ao candidato, que foram incluídas no plano de governo, estão o desenvolvimento sustentável, o fortalecimento da agricultura, o profissionalismo do turismo rural, com infraestrutura adequada, e o incentivo ao produtor de água, aqueles que vivem em regiões de nascentes e as preservam. Uma plano diretor para a área rural, com legislação específica também está entre as reivindicações.

Cabe lembrar que Darci de Matos é apoiador de Jair Bolsonaro, presidente que mantém o ministro Ricardo Salles no Ministério do Meio Ambiente, que tem uma longa lista de medidas que atentam contra o meio ambiente. A mais recente dela ocorreu na segunda-feira, quando o Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama), presidido por Salles, revogou resoluções que estabeleciam critérios para a preservação de áreas litorâneas de manguezais e restingas, assim como áreas em torno de reservatórios de água, como mananciais urbanos.


Texto: Felipe Silveira
Foto: Assessoria da campanha