Sebrae/SC cria projeto para fortalecer turismo em Joinville

Desenvolver o turismo em um cenário de pandemia é um grande desafio para todas as cidades. Para superar o momento, São Francisco do Sul e Joinville estão recebendo ajuda do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae/SC), que criou o Destinos Turísticos Inteligentes (DTI). O objetivo é desenvolver uma marca para o turismo de Joinville e da cidade vizinha e desenvolver estratégias de divulgação dos roteiros.

Em Joinville, o Sebrae/SC toca o projeto em parceria com o Joinville e Região Convention & Visitors Bureau (JRCVB), empresas e entidades, incluindo a Secretaria de Cultura e Turismo (Secult).

De acordo com os responsáveis, o projeto conta com o envolvimento de mais de 150 pessoas. Entre elas estão empresários e representantes de entidades de setores como indústria, comércio, tecnologia, ensino, transporte, imprensa, cultura, gastronomia e saúde. Com formato participativo e inclusivo, o projeto promove encontros virtuais onde são abordadas diferentes temáticas que irão fundamentar a construção da marca da cidade, valorizando seus pontos fortes, vocações e potenciais.

Na primeira reunião, realizada no mês de julho, foram explanados o conceito, os objetivos e cronograma do trabalho. Na sequência, a proposta foi apresentada a autoridades e lideranças de entidades representativas da cidade.

Já no mês de agosto, o mapa de valor do projeto foi definido durante um workshop virtual, a partir da discussão acerca das diferentes percepções da cidade. E na etapa mais recente, realizada em setembro, os participantes ajudaram a construir o mapeamento dos públicos com os quais Joinville deseja se comunicar.

O próximo passo será o Mapeamento de Estratégias Mercadológicas e de Destino. A expectativa é de que o trabalho seja concluído no mês de novembro.

Como resultado, o projeto promete entregar não apenas a marca de Joinville como território e destino turístico, mas, também, um conjunto de estratégicas que ajudarão a potencializar a divulgação da cidade e reposicioná-la como destino turístico.

Para a gerente de Turismo e Eventos da Secult, Juliana Oliveira, a proposta de comunicação visual, que será entregue na conclusão no projeto, vai ajudar turistas e o público local a conhecer e valorizar a cidade.

“É importante destacar que esse processo de forte identificação com a cidade e com as oportunidades que ela oferece não é uma tarefa exclusiva de gestão pública”, afirma Juliana, que acredita que é necessária a participação de toda a sociedade para a implementação dessa nova identificação.


Edição: Alexandre Perger
Foto e informações: Prefeitura de Joinville