Com 22 mil pontos de LED instalados, iluminação pública reduz custos pela metade

De acordo com Consórcio SQE LUZ, que realiza a modernização do sistema de iluminação pública de Joinville, a adoção de nova tecnologia gera uma economia aproximada de R$ 4,5 milhões por ano. Em julho, chegou a 22 mil o número de novos pontos de LED instalados na cidade. Desses, 10 mil contam com tecnologia de telegestão, que permite controle remoto.

O trabalho da Prefeitura de Joinville é realizado por meio de contrato firmado com o Consórcio SQE LUZ, composto pelas empresas Engie e Quantum Engenharia. Quando foi iniciado o trabalho de modernização, a capacidade de carga instalada nos locais modernizados do parque de iluminação pública de Joinville era de 5.323,54 kW. Atualmente a capacidade de carga instalada é de 2.630,49 kW.

“Houve uma redução de 2.693,1 kW com a adoção de um sistema mais eficiente, o que significa 50,6% de economia aos cofres públicos”, explica o gerente do SQE LUZ Joinville, Rodrigo Mokfa.

Além das vantagens econômicas ao município, a adoção da tecnologia LED, segundo o consórcio, garante melhor percepção visual ao emitir luz branca, embelezando a cidade e proporcionando maior segurança à comunidade. Também oferece benefícios ao meio ambiente, por não ter elementos tóxicos em sua composição e ser 100% reciclável.

Sua durabilidade é de aproximadamente 50 mil horas (até 11 anos, sem considerar possíveis surtos de tensão na rede de distribuição de energia). Ainda de acordo com a empresa, suporta melhor as condições bruscas de tempo e temperatura, sendo mais resistentes a choques, vibrações e impactos.


Edição: Felipe Silveira
Foto e informações: Consórcio SQE LUZ