Secult realiza live sobre Lei Aldir Blanc nesta sexta-feira

Nesta sexta-feira (21), às 18 horas, interessados em obter informações sobre a Lei de Emergência Cultural Aldir Blanc poderão participar da reunião virtual “Apresentação das ações e aplicações da Lei Aldir Blanc de emergência e apoio ao setor cultural de Joinville”. A transmissão ao vivo será mediada pelo diretor Executivo da Secretaria de Cultura e Turismo de Joinville (Secult), Evandro Censi, e pelo presidente do Conselho Municipal de Políticas Culturais (CMPC), Cassio Correa.

Entre os assuntos que serão abordados estão a aplicação da Lei de Emergência Cultural Aldir Blanc, sua operacionalização em âmbito municipal, como funcionará, quem pode solicitar os benefícios financeiros, os valores disponíveis e contrapartidas. Pelo menos o que se sabe até o momento, já que muitos detalhes ainda não estão definidos.

Também serão apresentados links para acessos a outras informações relevantes, bem como endereços eletrônicos para os cadastros necessários. Durante o encontro virtual, os participantes poderão enviar suas dúvidas pelo chat. A “live” será transmitida pelo You Tube, no canal Aldir Blanc Joinville. A participação é gratuita e não é necessário inscrição antecipada.

Lei Aldir Blanc

A Lei de Emergência Cultural Aldir Blanc é um auxílio do Governo Federal criado para ajudar profissionais e espaços do setor que foram obrigados a suspender suas atividades desde o início da pandemia da covid-19. A previsão é de que Joinville receberá aproximadamente R$ 3,5 milhões, valor que deverá ser distribuído de forma plural, atendendo a toda a classe artística do município.

De acordo com a lei, as ações no âmbito municipal serão destinadas ao pagamento de subsídio mensal para manutenção de espaços artísticos e culturais; e apoio a projetos de desenvolvimento cultural, os quais devem ocorrer, preferencialmente de forma online. Além dessas ações, a Lei Aldir Blanc, prevê o pagamento emergencial de R$ 600 por mês aos artistas locais. Tal repasse será realizado pelo governo de Santa Catarina, que estabelecerá regras específicas para o pagamento.


Edição: Felipe Silveira
Foto: Ajote
Informações: Prefeitura