Alesc realiza audiência pública para discutir combate à covid-19 no estado

A comissão especial de acompanhamento dos gastos do estado no combate ao novo coronavírus da Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc) realiza nesta segunda-feira (20), às 14 horas, uma audiência pública para discutir o planejamento do governo estadual no enfrentamento da pandemia nos municípios catarinenses.

O encontro será por meio de videoconferência e contará com a participação de dois secretários do governo estadual e de vários prefeitos de Santa Catarina, incluindo o prefeito Udo Döhler (MDB), de Joinville.

Conforme o presidente da comissão especial e proponente da audiência, deputado Marcos Vieira (PSDB), participarão também o secretário de Estado da Fazenda, Paulo Eli; o secretário de Estado da Saúde, André Motta Ribeiro; o presidente da Federação Catarinense de Municípios (Fecam), Orildo Severgnini; representantes de associações de municípios, entidades ligadas à saúde, além dos deputados que integram a comissão.

Para o presidente da comissão especial, a audiência servirá, também, para ouvir as queixas e esclarecer as dúvidas dos municípios sobre o enfrentamento da doença, cujos índices têm piorado nas últimas semanas.

Marcos Vieira comentou que tem recebido, junto com os demais deputados que formam a comissão especial, manifestações de prefeitos de diversas cidades do estado, que mostraram preocupação com a demora no recebimento de recursos do governo federal para o combate à covid-19.

“O secretário Paulo Eli disse aqui na Alesc que não faltará dinheiro para o combate ao coronavírus. Mas então por que está faltando para remédios e instalação de leitos de UTI? Qual a origem dos recursos? Precisamos saber se o dinheiro doado pela Assembleia Legislativa, Justiça e outros órgãos foi aplicado e onde”, explicou o presidente da comissão especial.

O público não poderá acompanhar presencialmente a audiência, em função das medidas que restringem as aglomerações. Mas toda a reunião será transmitida ao vivo pela TVAL, pela Rádio AL e pelo canal da Alesc no YouTube.


Edição: Fernando Costa
Foto: Bruno Collaço/Agência AL
Informações: Agência AL