Campeonato Catarinense é suspenso após casos de covid-19

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) suspendeu nesta segunda-feira (13), por 14 dias, o Campeonato Catarinense de Futebol. A decisão foi tomada em reunião por videoconferência e teve a participação da Federação Catarinense de Futebol (FCF), dirigentes e médicos dos clubes e dirigentes da Associação de Clubes e do Sindicato dos Atletas.

Além das entidades, a reunião contou com o secretário adjunto da Saúde, Aldo Baptista Neto. Ele ouviu as demandas dos clubes e explicou os detalhes da Portaria 466, que suspendeu o estadual.

Para que a competição possa prosseguir após a nova parada, foi criada uma comissão de médicos dos clubes para discutir um novo protocolo mais rígido, que tem como objetivo garantir a segurança de funcionários e atletas das equipes. Além dos médicos, a comissão também conta com infectologistas da SES. As atividades começam na terça-feira.

“É uma doença nova, com suas nuances e riscos diante de contato. Por isso, estaremos avaliando com esse grupo as medidas adotadas daqui para frente para atender aos clubes, garantido toda segurança aos funcionários e familiares”, disse Raquel Bittencourt, superintendente de Vigilância em Saúde da SES.

A suspensão ocorreu pelo alto número de infectados pela covid-19 nos clubes catarinenses após a retomada da competição, no dia 8. O caso mais grave foi da equipe da Chapecoense, que teve 14 casos confirmados. No sábado, o JEC confirmou quatro pessoas com a doença.

O decreto

Além da suspensão do Campeonato Catarinense, o decreto publicado pelo Governo de Santa Catarina suspense por 14 dias qualquer evento ou competição esportiva da Federação Catarinense de Esporte (Fesporte) e de qualquer entidade privada. Com isso, o Campeonato Catarinense de Futsal, que também estava previsto para retornar, ficará suspenso.


Texto: Bernardo Gonçalves
Foto: Yan Pedro/JEC