A política em Joinville: Visita sem recursos e sem comentários

Por Felipe Silveira
Foto: Facebook ‘Coronel Armando’

A visita de Jair Bolsonaro a Santa Catarina, para sobrevoar áreas atingidas pelo ciclone, foi ridícula. Nada de novo vindo de quem vem. O presidente chegou ao estado no início da manhã de sábado (4), fez um voo de meia hora, participou de uma reunião com o governador Carlos Moisés e voltou a Brasília por volta das 10h30. Na agenda, a comemoração da independência dos Estados Unidos. Não houve anuncio de recursos.

O que chama a atenção, novamente, é o silêncio dos deputados da região de Joinville sobre os vacilos presidenciais. Darci de Matos (PSD) nada comentou. Rodrigo Coelho (PSB), que registrou visitas e prestou solidariedade às populações de Garuva e de Governador Celso Ramos, duas das cidades mais atingidas, também não comentou a visita. Ele havia divulgado que havia expectativa da liberação de recursos.

Coronel Armando (PSL), o mais bolsonarista, divulgou fotos no avião com Jair Bolsonaro. Antes da visita, disse que o governo federal ia liberar recursos. Como o anúncio de recursos não veio, apenas registrou, em um post de agenda, que Bolsonaro assegurou se somar aos catarinenses para auxiliar na recuperação da região.


Deputado libera recurso?

O jornal O Mirante vê com muito ceticismo as notícias de parlamentares que conseguem recursos para qualquer coisa do município. E, por isso que esse tipo de notícia aparece pouco por aqui. Os deputados não estão errados em pedir recurso, apresentar emenda e exibir que fizeram certas pontes (no sentido figurado). Contudo, quem libera o recurso é o Executivo. Se um parlamentar se encontra com um secretário e pede recursos para a cidade, o mérito não é só dele quando a cidade recebe. Junto ao pedido dele, o secretário recebeu dezenas de similares. Informações assim precisam ser noticiadas com cautela para que não desinformem.


Homenagem

A jornalista e escritora Maria Cristina Dias foi homenageada pelos serviços prestados no resgate histórico-cultural de Joinville. Maria Cristina, que também é integrante da Academia Joinvilense de Letras, recebeu moção e placa da Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina (Alesc). A moção foi assinada e entregue pelo deputado Fernando Krelling (MDB) na sexta-feira (3).


Na Câmara

A Comissão Especial Covid-19, da Câmara de Vereadores de Joinville (CVJ), finaliza, na manhã desta segunda-feira (6), reunião com o secretário municipal de Saúde, Jean Rodrigues da Silva, que deve atualizar os vereadores sobre a situação do doença no município. A reunião teve que ser interrompida por instabilidade na internet.

Obsessão

Na primeira parte da reunião, o secretário teve que responder perguntas sobre uma obsessão da extrema-direita e de gente que vai na onda desse movimento. Aliás, em toda live que Jean Rodrigues participa, ele precisa responder sobre o delírio em torno da cloroquina. É bom lembrar que a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomendou a interrupção do uso do remédio no tratamento de pacientes com covid-19, já que ele aumenta o risco de morte.

O secretário esclareceu que o uso e prescrição de qualquer medicamento está subordinado à avaliação médica, deve seguir critérios clínicos e que pacientes em uso de cloroquina e hidroxicloroquina devem estar submetidos a monitoramento constante, com a realização de vários exames laboratoriais e complementares, como eletrocardiograma e tomografia, por exemplo. “Não é simplesmente distribuir para a população, é imprescindível a avaliação médica”, afirmou Jean.


Suplicy “em Joinville”

Um dos políticos mais carismáticos do país, o ex-senador Eduardo Suplicy (PT) participa de conversa transmitida ao vivo com Francisco de Assis, presidente do PT local e pré-candidato a prefeito de Joinville. A professora e historiadora Valdete Daufemback participa do encontro, que tem como tema o auxílio emergencial e a trajetória de Suplicy em defesa da Renda Básica de Cidadania, pauta que ele defende há décadas. O papo, na terça-feira (7), às 20 horas, será transmitido pelo canal de Youtube do joinvilense.


A política em Joinville é uma coluna informativa sobre o cenário político da cidade. Diariamente, a equipe de O Mirante destaca os principais acontecimentos do momento (do dia ou da semana). Atualmente, o editor Felipe Silveira é o responsável por ela. Você pode contribuir com pautas, com divulgação e com R$ 1 (ou mais), colaborando com nossa campanha. Saiba mais clicando na imagem abaixo.