Joinville tem escalada nos números do novo coronavírus

Joinville vem sofrendo uma escalada nas estatísticas do novo coronavírus, com um salto no número de casos, de internados e de mortos, se tornando a terceira cidade com mais infectados e se mantendo no topo da lista em relação ao números de óbitos. Para se ter uma ideia do aumento, em apenas uma semana, entre os dias 19 e 26 de junho, o total de infectados cresceu quase 80%, chegando a 1.699.

No dia 15 de junho, a Prefeitura começou uma ação para realizar 300 testes rápidos diariamente, com o objetivo de medir a curva de disseminação do vírus. Nos três primeiros dias, os novos registros diários variaram de cerca de 40 a 54. Já no dia 19, o quarto dia de testagem em massa, o primeiro grande salto, com 126 novos casos. Daí em diante, os registros começaram a aumentar, até atingir o recorde, no dia 23 (terça-feira), com 323 novos casos.

O crescimento na ocupação dos leitos, que fez a Prefeitura adotar novas medidas de combate à pandemia, também chama a atenção. No dia 19 de junho, entre casos confirmados e aqueles aguardando o resultado, haviam 32 pessoas internadas em UTIs. No dia 22 de junho, esse número passou a 58 e se manteve no mesmo patamar (acima de 50 internados). Um salto de 80% em três dias. Na sexta-feira (26), dia da última divulgação, havia 53 internados.

O número de óbitos também vem crescendo. Eram 24 no dia 17 de junho, quando a cidade ainda mantinha longos períodos sem novos óbitos. A partir daí, Joinville não ficou mais do que dois sem registrar novas vítimas, chegando a 36 no sábado (27), um aumento de 40%.


Texto: Alexandre Perger
Foto: Mauro Artur Schlieck/CVJ