A política em Joinville: Movimentos parlamentares da semana

Por Felipe Silveira
Foto: Agência Brasil

PEC da segunda instância

Darci de Matos (PSD) quer a aprovação da PEC que permitirá a aprovação da prisão após condenação em segunda instância. Ele publicou um vídeo sobre o tema. A Constituição determina “ninguém será considerado culpado até o trânsito em julgado de sentença penal condenatória”. Ou seja, após todas as instâncias. A exceção são as prisões preventivas.

O deputado federal também fez uma postagem contra o governador Carlos Moisés. “A falta de capacidade e a inexperiência do governador para administrar já estava comprovada. Agora, caberá à Polícia Federal e ao STJ verificar se houve conduta criminosa”, escreveu.

Marco do saneamento

Rodrigo Coelho (PSD) celebrou a aprovação do novo marco legal do saneamento no Senado e registrou o voto favorável quando a matéria passou na Câmara. “O novo Marco Legal será capaz de atrair mais de R$ 700 bilhões em investimentos e gerar milhões de empregos no país nos próximos 15 anos”, escreveu o deputado joinvilense. Mas não é bem assim. Nesta entrevista, a arquiteta e urbanista Marússia Whately, uma das maiores especialistas em recursos hídricos do país, fala sobre as limitações da nova lei que ainda precisa ser sancionada pelo Executivo.

Pelo sul

O deputado Coronel Armando divulga, com frequência, suas viagens por Santa Catarina. Pelos registros nas redes, é um dos que mais circula pelo estado. Com um perfil bastante ideológico (de extrema-direita), busca descentralizar sua área de atuação, diferente de parlamentares que focam em suas regiões eleitorais. Durante a semana, o militar visitou Tubarão, Jacinto Machado, Sombrio, Criciúma e Araranguá. Nessas situações, costuma visitar entidades militares.


Encontro

Fernando Krelling (MDB) divulgou encontro com a vice-governadora de SC, Daniela Reinehr, que agora está rachada com o governador. O encontro ocorreu na terça-feira (23), no gabinete do deputado joinvilense. “Na pauta tratamos de assuntos ligados ao desenvolvimento econômico e junção de forças para enfrentarmos esse momento difícil de pandemia”, anotou.

Afastamento

Sargento Lima (PSL), na condição de presidente da CPI dos Respiradores na Alesc, pediu o afastamento do controlador-geral do Estado, Luiz Felipe Ferreira. “Os integrantes da comissão consideram que ele foi omisso e inoperante no processo de compra dos 200 respiradores para pacientes da Covid-19”. O parlamentar enviou documento ao presidente da Alesc, Julio Garcia, solicitando que o pedido de afastamento de Ferreira seja votado na próxima sessão ordinária da Assembleia, na terça-feira (30).


Passagem rápida

O joinvilense Douglas Gonçalves não é mais o secretario executivo de Assuntos Internacionais (SAI) do governo de SC. Para a função foi nomeada Daniella Abreu, doutora em Engenharia pela Universidade de Birmingham, na Inglaterra. Na nota de divulgação, o governo frisou que a nomeação atende a critérios técnicos. Douglas substituía, desde o início de junho, Derian Campos, que quis deixar o governo. Ambos são do PSL Joinville.

A nova secretária tem trabalhos voltados ao setor de inovação, relacionados a temas como cidades do futuro, inteligentes e sustentáveis. Ela ainda tem no currículo a atuação como gerente de sustentabilidade para projetos internacionais de infraestrutura e construção na Europa, nos EUA e na América Latina. Entre as principais atribuições da secretaria está a atração e o fortalecimento de parcerias comerciais com outros países.


Primeira subcomandante

O Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina (CBMSC) tem a primeira mulher subcomandante de um batalhão no estado. A major Priscila Casagrande assumiu o subcomando do 7º Batalhão de Bombeiros Militar (BBM) com sede na cidade de Itajaí, local em que atuou como aspirante logo após o período de academia.


Presente indigesto

Segundo o jornalista Jefferson Saavedra, do jornal A Notícia, o prefeito Udo Döhler considerou a suspensão dos pagamentos ao Ipreville fundamental para manter os pagamentos em dia. “Foi um presente para a cidade”, disse o prefeito, que criticou os nove votos contrários na Câmara. Houve pressão dos servidores públicos pela rejeição ao projeto que suspende os pagamentos patronais até o fim do ano.


Live

Claudio Aragão (MDB), presidente da CVJ, também aderiu às lives. Na quinta-feira (25), realizou um bate-papo com Letícia Portílio, presidente da Associação de Pessoas com Doenças Inflamatórias Intestinais de SC. A importância das leis no benefício aos pacientes desse tipo de doença foi o tema da conversa.

Cobrança

Odir Nunes (PSDB) quer esclarecimentos sobre a perda de recursos do Governo Federal para o projeto “Arte por toda parte’’. As perguntas serão feitas ao Secretário de Cultura e Turismo, Raulino Esbiteskoski, que participará da sessão ordinária da próxima quarta-feira(1º). “Os vereadores querem saber também por quais motivos foi contratada uma empresa automotiva de Curitiba para ministrar aulas de dança no mesmo projeto”, escreveu em rede social.


A política em Joinville é uma coluna informativa sobre o cenário político da cidade. Às segundas, quartas e sextas-feiras, a equipe de O Mirante destaca os principais acontecimentos do momento (do dia ou da semana) e outros temas da política municipal e estadual. Atualmente, o editor Felipe Silveira é o responsável por ela. Você pode contribuir com pautas, com divulgação e com R$ 1 (ou mais), colaborando com nossa campanha. Saiba mais clicando na imagem abaixo.