Transporte coletivo de Joinville volta a funcionar a partir do dia 8

O serviço de transporte coletivo de Joinville, operado, sem licitação, pelas empresas Gidion e Transtusa, volta a funcionar na cidade a partir da própria segunda-feira (8). A medida pôde ser tomada a partir da abertura que o decreto nº 630 apresentou. O decreto, do governo estadual, permite a regionalização das decisões para o enfrentamento da pandemia do novo coronavírus (covid-19).

Florianópolis, que não apresenta nenhuma morte por covid-19 há 29 dias, voltará progressivamente com o transporte público a partir do dia 17 de junho. Desde a segunda-feira passada (25), Joinville teve 83 novos casos e sete mortes por conta da covid-19.

As empresas de transporte terão que seguir algumas exigências para que os ônibus possam circular. Entre as demandas da Prefeitura de Joinville estão o uso obrigatório de máscaras de proteção dentro dos ônibus por passageiros e motoristas, a suspensão da venda de passagens embarcadas, sendo aceitas somente as antecipadas, a limpeza dos ônibus três vezes ao dia, a abertura de todas as janelas do veículo em todos os tempos, a lotação máxima de 60% da capacidade nominal do veículo e a não embarcação de pessoas acima de 60 anos.

A prefeitura também prevê medidas para os terminais urbanos da cidade, como limpeza e desinfecção diária, higienização mais frequente dos banheiros e dos guichês de atendimento e locais com álcool em gel para os usuários e funcionários. A fiscalização do cumprimento das exigências será realizada pela Secretaria da Saúde, com apoio da Secretaria de Infraestrutura Urbana (Seinfra) e da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente (Sama).

As denúncias de descumprimento das exigências feitas pela prefeitura deverão ser realizadas através do serviço Web-Saúde, que deve ser acionado via WhatsApp, pelo telefone (47) 3481-5165.


Texto: Fernando Costa
Foto: Felipe Silveira
Informações: Prefeitura de Joinville