Vereadores voltam a pedir CPI para investigar obra de drenagem do rio Mathias

Vereadores voltaram a pedir a abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar o atraso das obras de macrodrenagem do rio Mathias. O tema, que foi destaque na Câmara de Vereadores de Joinville em agosto do ano passado, voltou a ser discutido na reunião desta terça-feira (19) da Comissão de Urbanismo.

No ano passado, seis vereadores haviam assinado um requerimento para a criação da CPI. Entretanto, de acordo com o Regimento Interno da Câmara de Joinville, o requerimento de formação de CPI deve ser assinado por, no mínimo, um terço dos membros, ou seja, sete vereadores.

Nesta terça-feira, quando o presidente da comissão, Jaime Evaristo (PSC), sugeriu um convite ao secretário de Infraestrutura Urbana, Romualdo França, para tratar das obras do rio Mathias, os vereadores Maurício Peixer (PL) e Ninfo Konig (PL) voltaram a pedir a CPI.

Peixer argumentou que a Câmara já ouviu o secretário em 2019, mas que tal ação não resolveu o problema do atraso das obras. Na visão do vereador, uma CPI seria mais resolutiva. “Temos que ir mais a fundo. Não vejo outra saída a não ser verificar tudo que está errado nesta obra”, disse Peixer.


Edição: Felipe Silveira
Foto: Arquivo
Informações: Divisão de Jornalismo da CVJ