Senai Joinville entrega respiradores consertados à Defesa Civil de SC

Os primeiros seis respiradores pulmonares artificiais consertados pelos Institutos Senai em Sistemas de Manufatura e em Processamento a Laser, localizados em Joinville, foram entregues na terça-feira (7) à Defesa Civil de Santa Catarina. A iniciativa integra a ação coordenada pela Fiesc, em parceria com a Associação Catarinense de Medicina (ACM), para aumentar a oferta de respiradores pulmonares disponíveis no sistema de saúde público e privado do país.

O transporte dos ventiladores aos locais de destino (que serão determinados pela Secretaria de Estado da Saúde) teve a articulação do Comitê da Indústria da Defesa da Federação das Indústrias de Santa Catarina (Comdefesa-Fiesc). A manutenção de ventiladores é uma das quatro frentes de ação focadas na ampliação da quantidade de equipamentos em uso. As demais são a importação, a ampliação da produção nacional e adaptação de equipamentos similares.

A recuperação de ventiladores danificados e fora de uso é realizada pelo Senai em vários estados do Brasil, com apoio de empresas como a ArcelorMittal, Fiat, Ford, Scania, Volkswagen, GM e Whirlpool. Segundo o gerente de operações de inovação dos institutos Senai em Joinville, Alceri Antonio Schlotefeldt, até o momento a instituição recebeu 22 aparelhos.

Além dos seis entregues nesta semana, outros seis estão em fase de manutenção e sete em fase de triagem. Um dos respiradores foi descartado, por não haver formas de aproveitamento, e outro está em análise. Dezessete pertencem à rede pública e cinco à rede privada.

O empresário César Augusto Olsen, presidente do Comdefesa, observa que o órgão está com 12 aviões disponíveis para o transporte de equipamentos ou material de apoio ao enfrentamento do novo coronavírus. “O espírito de solidariedade está envolvendo todos”, destacou.


Edição: Felipe Silveira
Foto e informações: Senai SC