“Quero mostrar o tamanho da dívida”, diz Carlito sobre mandato na Alesc

Prefeito de Joinville entre 2009 e 2012, Carlito Merss volta à cena política com mandato nesta quarta-feira (4), quando toma posse na Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina (Alesc). Primeiro suplente do Partido dos Trabalhadores, ele substitui, temporariamente, o deputado estadual Padre Pedro Baldissera, licenciado.

“A ideia é qualificar o debate sobre a situação financeira do Estado”, revela Carlito. Ele lembra que, durante sua primeira passagem na assembleia, entre 1995 e 1998, criou o Orçamento Regionalizado, destacando que a ferramenta, se aplicada corretamente, ajuda a qualificar o debate, pois “permite a participação de todos na elaboração do texto.

Carlito também lembra de duas CPIs que ocorreram durante aquele mandato, a do Ipesc e a das Letras (Precatórios). “Quero mostrar o tamanho da dívida que estamos até hoje por causa desses crimes”, afirmou o político.

Segundo ele, também vai conversar com a assessoria da bancada sobre projetos na área financeira que possa apresentar e vai se reunir com a Executiva do PT de Joinville para falar de projetos para a região.

Formado em economia, Carlito Merss já foi professor, vereador, deputado estadual, federal e prefeito de Joinville. Chegou à Câmara de Vereadores em 1992, à Alesc em 1994 e em Brasília em 1998. Ficou na capital federal até 2007 e realizou, no ano seguinte, o sonho de ser prefeito da cidade — conseguiu na quinta tentativa. Tentou a reeleição em 2012, mas foi derrotado por Udo Döhler (MDB). Às vésperas do pleito, a Justiça Eleitoral declarou que seus votos não seriam válidos. “Minha cassação foi um golpe”, afirmou em entrevista ao jornal O Mirante em 2018. Ele foi absolvido, mais de um ano depois, pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Candidatou-se mais uma vez à Câmara dos Deputados em 2014 e à Prefeitura em 2016, sem sucesso em ambas. Em 2018, buscou uma vaga na Ales e recebeu 14.960 votos que o deixaram na posição de primeiro suplente do partido. Ainda durante a campanha daquele ano, sofreu um infarto a poucas semanas da eleição. Depois de alguns dias internado, em recuperação, voltou à campanha moderadamente.

Nova sede

O PT de Joinville inaugura sua nova sede no dia 9 de março, data de aniversário da cidade. A nova casa do partido fica na rua Padre Kolb, no bairro Anita Garibaldi. Os militantes vão aproveitar a oportunidade para comemorar também os 40 anos de fundação do partido, completados em fevereiro. De acordo com a assessoria, as eleições municipais de 2020 e as mobilizações nacionais em defesa da democracia também estarão na pauta do encontro.


Texto: Felipe Silveira
Foto: PT Joinville