Com gol nos acréscimos, JEC perde para o Avaí na capital

O Joinville lutou na ensolarada Florianópolis, na tarde deste domingo (16), mas novamente foi derrotado pelo Avaí, desta vez pelo placar de 2 a 1, no Estádio da Ressacada, pela sexta rodada do Catarinense. Foi a quinta derrota consecutiva do Coelho na casa do Leão. A última vitória tricolor foi em junho de 2016, pela Série B do Brasileiro.

O jogo

O primeiro tempo da partida começou com intensidade. Antes dos 5 minutos, o JEC assustou em duas cobranças de falta, com Lucas de Sá e Edson Ratinho, ambas para fora. O Avaí respondeu na sequência. Aos 8, Valdívia roubou a bola de Charles na intermediária, avançou e finalizou da entrada da área. Ivan defendeu em dois tempos, no centro do gol.

Romário foi a Florianópolis para acompanhar a partida do filho Romarinho, que defende o Tricolor. Ele vestiu a camisa do JEC e posou para fotos com jogadores e comissão técnica.

Aos 14, o goleiro tricolor apareceu novamente para espalmar um chute de fora da área de Lourenço. Depois disso o ritmo do jogo diminuiu bastante, com muitas faltas das duas equipes. Só aos 44 minutos uma nova oportunidade foi concluída. Lourenço cobrou falta da intermediária e a bola saiu à direita da meta de Ivan, sem sustos para o goleiro.

Aos 48, o lance capital do primeiro tempo. Charles derrubou Jonathan na área. Pênalti que Valdívia cobrou e converteu, para abrir o placar. Os jogadores do Tricolor reclamaram de uma simulação de Kelvin na origem da jogada, ignorada pelo árbitro Luiz Augusto Silveira Tisne.

A segunda etapa começou com o JEC pressionando o Avaí. Adriano teve duas oportunidades de empatar a partida. Na primeira, aos 9, ele recebeu cruzamento de Edson Ratinho, girou e finalizou na trave de Lucas Frigeri. Na jogada seguinte, aos 10, o atacante recebeu ótimo passe de Lucas de Sá, invadiu a área pela esquerda e finalizou travado por Airton. A bola subiu e saiu em escanteio.

Aos 17, Trindade recebeu na intermediária e finalizou. A bola saiu com perigo, à direita da meta avaiana. O JEC chegou ao empate aos 29 minutos. Em seu primeiro lance na partida, Robert Fischer recebeu a bola de Adriano na entrada área e soltou a bomba de esquerda para fazer um lindo gol. A bola ainda tocou no travessão antes de morrer no fundo das redes.

O Coelho diminuiu o ritmo a partir disso e viu o Leão crescer novamente no jogo. Valdívia teve duas faltas perigosas na entrada da área. Na primeira, aos 34, Ivan fez ótima defesa. Na segunda, aos 40, a bola raspou o travessão. O castigo para o Tricolor no duelo veio aos 45. Valdívia cobrou escanteio, a defesa do Joinville afastou mal e o uruguaio Gastón Rodriguez, que fazia sua estreia no Avaí, teve tempo de dominar e finalizar para o gol na saída do goleiro Ivan.

O Joinville até buscou o empate nos minutos finais. Aos 49, Romarinho acertou a trave em chute de fora da área. Na sequência, após cobrança de falta, André Baumer cabeceou para o meio da área e a defesa afastou. No rebote, dentro da área, Robert Fischer preferiu o passe para Ivan em vez da finalização e a defesa avaiana cortou, para o apito final do duelo.

Classificação e próxima rodada

Com a derrota, o JEC estaciona nos nove pontos e é a única equipe que ainda não empatou no Catarinense. Na classificação parcial, é o quinto. Já o Avaí ultrapassou o Coelho e é o vice-líder, com dez pontos. Na próxima rodada, o Tricolor recebe o Marcílio Dias, no sábado (29), às 19 horas, na Arena Joinville. Já o Leão da Ilha visita o Tubarão, no mesmo dia, às 17 horas.

Ficha técnica

Gols: Valdívia (50’/1T) e Gastón Rodríguez (45’/2T) para o Avaí. Robert Fischer (29’/2T) para o JEC.

Público: 3.013 torcedores.

Avaí: Lucas Frigeri; Lourenço, Betão, Airton, Capa; Jean Martin (Pedro Castro), Bruno Silva, Valdívia; Kelvin, Rildo (Vinícius Jaú), Jonathan (Gastón Rodríguez).

JEC: Ivan; Edson Ratinho, Charles (Eduardo Melo), André Baumer, Matheus Marques (Berg); Braga (Robert Fischer), Trindade, Lucas de Sá; Romarinho, Fernandinho, Adriano.


Texto: Beto Bett
Fotos: Yan Pedro/JEC