Paulo Koerich, da Polícia Civil, assume comando da Segurança Pública de SC

O delegado-geral da Polícia Civil, Paulo Koerich, assumiu na manhã desta segunda-feira (6) a presidência do Colegiado Superior de Segurança Pública e Perícia Oficial. A transmissão do cargo ocorreu durante uma solenidade no Centro Integrado de Cultura (CIC), em Florianópolis

Ele substitui o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Araújo Gomes, no modelo de colegiado adotado pelo governo desde o início de 2019. Neste modelo, cada uma das quatro instituições exerce a presidência por um ano, sem a existência da figura do secretário de Estado. Em 2021, será a vez do comandante-geral do Corpo de Bombeiros Militar, atualmente ocupado pelo coronel Charles Alexandre Vieira, que será seguido pelo perito-geral do IGP, Giovani Eduardo Adriano.

Para Paulo Koerich, o desafio para 2020 na área da Segurança Pública será manter os índices de criminalidade em queda. Ele diz que as forças públicas seguirão atuando de maneira coordenada. “Nós vamos continuar o trabalho que foi iniciado, somando esforços para transformar Santa Catarina em um estado ainda mais seguro. Nós também vamos intensificar o uso da inteligência artificial e aprimorá-la. Dessa forma, será possível fazer previsões em relação aos índices de criminalidade e buscar coibir os crimes violentos”, afirmou Koerich.

Na visão do coronel Araújo Gomes, o ano de 2019 foi especial pelo fato de Santa Catarina voltar a ter um índice de homicídios inferior a 10 para cada 100 mil habitantes. Segundo ele, apenas São Paulo também atingiu essa marca. Ele destacou que é possível manter homicídios, roubos e furtos em queda.

“Essa é uma tendência que se iniciou há 18 meses e deve ser mantida. As forças de segurança têm adotado estratégias que ajudaram a alcançar esses resultados. A transmissão do cargo para o delegado Paulo Koerich ocorreu de forma muito natural e o trabalho continuará de maneira integrada a serviço da população”, disse.

Segurança em 2019

Até 8 de dezembro de 2019, foram registrados 461.101 boletins de ocorrências, 45.107 prisões em flagrante e o cumprimento de 7.161 mandados de prisão. Também foram contabilizados 756 crimes letais em Santa Catarina, o que representa uma redução de 14% na comparação com o mesmo período de 2018. A incidência de roubos ficou em 6.265, indicando uma redução de 31%. Em relação a furtos, houve diminuição de 12%, com 36.552 furtos em 2019. Também foram recuperados 4.954 veículos e apreendidas 2.072 armas neste ano.

No período de janeiro a outubro, a Polícia Civil realizou 454 operações, principalmente contra o tráfico de drogas (27,97%), homicídios (9,69%) e furto e roubo (9,25%). No total, foram mais de 97 mil procedimentos policiais, que resultaram na apreensão de 140 armas, 1.808 mandados judiciais e 1.132 mandados de prisão.


Edição: Felipe Silveira
Fotos: Julio Cavalheiro/Governo de SC
Informações: Governo de SC