Caminhada mostra luta por inclusão da Pessoa com Deficiência

A caminhada pelo Dia Internacional da Pessoa com Deficiência reuniu cerca de 200 pessoas na manhã desta terça-feira (3). A ação foi realizada pelo Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência (Comde), com o apoio da Prefeitura de Joinville, por meio da Secretaria de Assistência Social (SAS), e teve o objetivo de conscientizar e mobilizar a sociedade sobre a inclusão.

Com a concentração marcada para as 9 horas na Praça da Bandeira, no Centro, os participantes se reuniram ao som da banda do 62º Batalhão de Infantaria. Logo após uma rápida cerimônia, com a apresentação das autoridades presentes e a execução do Hino Nacional, a caminhada foi iniciada.

Os participantes seguiram pela rua 9 de Março, passando pela rua João Colin, e retornando para o ponto de partida pela rua 15 de Novembro. Cartazes com mensagens e identificações das instituições participantes foram levados pelo grupo, embalado pelo som de um trio elétrico, e mensagens de conscientização eram anunciadas às pessoas durante a caminhada. O grupo foi acompanhado por agentes de trânsito do Detrans, carros da Polícia Militar e da Guarda Municipal.

De acordo com o vice-presidente do Comde e coordenador de Políticas Públicas para Pessoas com Deficiência da SAS, Paulo Suldovski, 23% da população do Brasil, conforme dados do IBGE, tem algum tipo de deficiência e necessita de inclusão. Para ele, é preciso mostrar a pessoa com deficiência como agente produtivo, formador de opinião e parte da sociedade.

“A pessoa com deficiência passou do período da segregação, depois da integração, e agora estamos no período da inclusão e a gente quer ampliar este período, a gente quer que a pessoa com deficiência faça parte da sociedade, participando de tudo, da escola, do trabalho, participando da vida da cidade, ajudando a decidir e a construir a cidade”, afirmou Suldovski.

O presidente do Comde, Nelson Farias, destacou a necessidade de as pessoas com deficiência serem vistas e valorizadas, de terem igualdade com as demais. O secretário de assistência social Vagner de Oliveira falou da importância de ações como esta para chamar a atenção da população para a real deficiência, que está no meio e não nas pessoas.

“A deficiência está na calçada, nas ruas, no preconceito para com a pessoa com deficiência visual, auditiva, motora”, explicou. Oliveira também citou o trabalho da SAS, por meio da Coordenação de Políticas Públicas para Pessoas com Deficiência, e do Comde, com ampla atuação no cenário municipal.

O evento contou ainda com o apoio da Escola Pública de Trânsito de Joinville (Eptran), Departamento de Trânsito de Joinville (Detrans), Polícia Militar, Guarda Municipal, 62º Batalhão de Infantaria e entidades socioassistenciais (Apiscae, Ajidevi, Adejd e Apae), além da presença do presidente da Câmara de Vereadores, Cláudio Aragão, e do vice-prefeito Nelson Coelho.


Edição: Felipe Silveira
Foto: Phelippe José/Prefeitura
Informações: Prefeitura